maio 21

Microsoft lança cursos gratuitos de inteligência artificial

Os cursos estão disponíveis na nova plataforma da empresa AcademIA; são 12 módulos sobre, entre outros temas, ciência e pesquisa de dados, aprendizado de máquina e reconhecimento de voz

A Microsoft acaba de lançar uma nova plataforma de ensino que oferecerá 12 módulos gratuitos sobre inteligência artificial (IA): da introdução à tecnologia até a linguagem de programação e as aplicações. O objetivo da AcademIA é capacitar profissionais e estudantes em habilidades de IA necessárias para os empregos do futuro.

A iniciativa é um passo importante para a democratização da tecnologia, cujos conhecimento e criações ainda se concentram em instituições de pesquisa ou grupos de tecnologia, como o Google. O curso quer preparar os profissionais para o futuro. “Vivemos em uma época de mudanças tecnológicas sem precedentes, com a economia e o mercado de trabalho em rápida evolução. Precisamos considerar que 65% dos alunos de hoje farão trabalhos que ainda não existem”, explica Anthony Salcito, vice-presidente global de Educação da Microsoft.

Um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), encomendado pela Microsoft, mostra que a população menos qualificada tende a sofrer mais os efeitos do maior uso de IA no trabalho. Isso porque vai haver mais demanda por profissionais com bom conhecimento da tecnologia, que, consequentemente, terão salários melhores. Profissionais que não tiverem chance de se especializar na área, terão salários menores e, assim, a desigualdade aumenta.

A pesquisa da FGV investigou o impacto da introdução da IA em mercados-chave no Brasil —  Agricultura e Pecuária, Transporte e Comunicação, Óleo e Gás e Setor Público — para projetar as mudanças que a tecnologia pode causar na economia. O estudo revelou que a adoção do conhecimento nesses setores pode impulsionar a taxa de crescimento do PIB em até 6,43% no acumulado de 15 anos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2016 essas atividades representaram juntas 36,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Parceiros atuam em conjunto

Para o presidente da organização social Recode, Rodrigo Baggio, um dos parceiros da Microsoft na iniciativa, “a inteligência artificial transformou a forma como trabalhamos, vivemos e nos relacionamos”. “Empoderar as novas gerações digitalmente para que os jovens saibam fazer uso consciente, ético e qualificado das tecnologias exponenciais é o caminho para humanizar a 4ª Revolução Industrial”, avalia.

Além da Recode, outros cinco parceiros vão implementar os cursos: Instituto de Oportunidade Social (IOS), Instituto Gerando Falcões, The Trust for The Americas, Eidos e Associação Telecentro de Informação e Negócios (ATN). A previsão é de que, até 2020, todos os cursos da AcademIA estejam disponíveis em português.

A Microsoft também oferece outros cursos nos segmentos de inovação e nuvem. São oito conteúdos de “Administrador do Azure” e seis de “Azure Developer”, além de 18 aulas sobre “Ciências de Dados” e outras seis sobre “Ambiente de Trabalho Moderno”.

Como novas tecnologias surgem o tempo todo, a demanda do setor de tecnologia da informação (TI) cresce constantemente, no Brasil e no mundo. De acordo com o Relatório Setorial de TIC da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), existem hoje mais de 845 mil empregos no setor. A demanda é de 420 mil profissionais entre 2018 e 2024 ou 70 mil especialistas em TI por ano.

SENAI e SESI oferecem cursos gratuitos sobre IA

Durante a visita do CEO Satya Nadella, em fevereiro, a Microsoft anunciou um acordo de cooperação com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e com o Serviço Social da Indústria (SESI) para promover a capacitação da força de trabalho em IA no Brasil. A parceria resultou em quatro cursos gratuitos sobre o tema (disponíveis no mundosenai.com.br). A plataforma pode ser acessada tanto por alunos do SENAI e do SESI quanto por outros interessados em aprender sobre IA.

FONTE: OLHAR DIGITAL