fev 01

Mercedes-Benz vai investir em empresa de Taiwan para fabricar baterias de estado sólido

A Mercedes-Benz assinou acordo de cooperação tecnológica com a fabricante taiwanesa ProLogium para desenvolver baterias de estado sólido. A montadora alemã vai investir “dois dígitos” de milhões de euros na empresa asiática e terá direito a vaga no conselho administrativo.

Em nota oficial, o conglomerado afirma que a ideia por trás do investimento é possibilitar o desenvolvimento tecnológico da ProLogium para que esta tenha capacidade de produção na Europa. Espera-se que os primeiros veículos de teste da Mercedes-Benz, equipados com baterias de estado sólido co-desenvolvidas com a empresa de Taiwan, sejam introduzidas “em um futuro breve”.

“As empresas concordaram quanto aos marcos referenciais que tornariam possível a integração da tecnologia de bateria de estado sólido em uma série de veículos de passageiros na segunda metade da década”, diz a nota oficial sobre o acordo, divulgada na última quinta-feira (27).

Divisor de águas para os carros elétricos

As baterias de estado sólido são vistas como um potencial divisor de águas para o desenvolvimento dos carros elétricos. Usando camadas finas de eletrólitos sólidos, que transportam íons de lítio entre os eletrodos, elas armazenam mais energia e carregam de forma mais rápida do que as atuais baterias no mercado, que dependem de eletrólitos líquidos.

“Acreditamos que autonomia e eficiência são as novas referências da indústria para carros elétricos”, diz Markus Schäfer, membro do conselho administrativo da Mercedes-Benz. “A tecnologia de estado sólido ajuda a reduzir o tamanho e o peso da bateria. É por isso que estamos em parceria com empresas como a ProLogium para garantir que a Mercedes-Benz continue a abrir novos caminhos no setor automotivo.”

A Mercedes-Benz não é a única montadora de olho no potencial das baterias de estado sólido. No início do ano, a Toyota anunciou que vai construir um carro com esse tipo de bateria até 2025. Já Hyundai e Kia anunciaram parceria com a Factorial Energy — também parceira da Mercedes, aliás — para desenvolver uma bateria de estado sólido.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2022/02/01/carros-e-tecnologia/mercedes-benz-vai-investir-em-empresa-de-taiwan-para-fabricar-baterias-de-estado-solido/