jan 04

Mercado de NFTs movimentou mais de R$ 130 bi em 2021

O valor de todas as negociações de NFTs (tokens não fungíveis) movimentou um montante de US$ 23 bilhões em 2021, cerca de R$ 130,1 bilhões em conversão direta. Os dados são da startup DappRadar, que monitora em tempo real diversas plataformas blockchain. O crescimento foi bastante expressivo, visto que em 2020 o segmento não chegou aos US$ 100 milhões.

Além de obras de arte digitais, o interesse no ativo saltou principalmente entre os colecionáveis como os Cryptopunks, que despertou o interesse até da Visa. A coleção é uma das que oferece aos compradores milhares de itens exclusivos.

Imagem ilustra o investimento em Tokens Não Fungíveis, conhecidos como NFTs
Imagem: grandbrothers/Shutterstock

Outra coleção de NFTs que foi destaque no ano passado foi a Bored Ape Yacht Club, composta por 10 mil avatares. Para comprar um deles, os interessados devem desembolsar pelo menos US$ 210 mil em criptomoedas (praticamente R$ 1,2 milhão na cotação atual).

Como já explicamos aqui no Olhar Digital, um NFT é um token único registrado em uma plataforma blockchain, a mesma tecnologia utilizada no mundo das criptomoedas. Esse registro é único e também funciona como autenticação de um ativo digital.

Até então, um dos itens mais caros vendidos em leilão foi a obra “Everydays: The First 5,000 Days”, do artista Beeple. Sua arte digital foi vendida por nada menos que US$ 69,3 milhões.

Como se trata de um mercado que engloba uma série de possibilidade, desde memorabilia esportiva até personagens icônicos de filmes e quadrinhos, o mercado de NFTs atraiu diversas empresas. Recentemente, a alemã Adidas foi uma das que decidiu ingressar nesse universo.

No fim, apesar de chamativo, o mundo dos tokens não fungíveis também não está livre de problemas. Talvez o principal deles sejam os golpes em que outras pessoas tentam se passar por artistas e negociam artes falsas ou roubadas, algo que também foi notícia no ano passado.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2022/01/03/pro/mercado-de-nfts-movimentou-mais-de-r-130-bi-em-2021/