jan 05

A maior interrupção da IA ​​reside em medir seu poder e saber quem irá segurá-lo

Hernández-Orallo, autor do livro A medida de todas Minds, explica a EL PAÍS RETINA que a corto plazo es más fácil imaginar las disrupciones de la IA, como las provocadas por los vehículos autónomos o la traducción en tiempo real. Sin embargo, las predicciones a medio plazo ya son más complejas, aunque en su opinión podrían estar marcadas, además de por la automatización, por “una combinación e hibridación mayor entre humanos y sistemas de IA donde estos últimos se convertirán en una extensión de nuestras capacidades cognitivas, con el fin de modelar desde nuestra red de contactos a nuestras actividades diarias y ayudarnos a tomar mejores decisiones y tener experiencias diferentes en todos los ámbitos”.

Por lo que respecta al largo plazo, según Hernández-Orallo sólo podemos elucubrar, aunque este catedrático recalca dos aspectos que conviene tener siempre presentes: “En primer lugar, sería una temeridad, además de una aberración científica y tecnológica, diseñar sistemas de IA sin saber evaluar adecuadamente sus capacidades; y en segundo lugar, el impacto de la inteligencia artificial depende no sólo de lo que se pueda realizar con ella, sino de quién esté detrás. ¿Seguirá la inteligencia distribuida, como aún lo está actualmente, en millones de mentes de aproximadamente las mismas capacidades o se concentrará en un oligopolio de gigantes tecnológicos con un poder, ese que da la inteligencia, sin precedentes ni contrapesos?”.

De qualquer forma, o relatório da PwC aponta oito setores onde não só já está sendo implementado AI, mas também incluem áreas com grande potencial de desenvolvimento em torno desta tecnologia.

saúde

A identificação precoce de pandemias para ajudar a prevenir ou evitar a sua propagação, a melhoria da imagem e detecção precoce de possíveis variações na saúde do paciente por meio de análise de dados são alguns dos objectivos nesta área. Além disso, Jose Santos, profesor de Ciencias de la Computación e Inteligencia Artificial de la Universidad de La Coruña, afirma que en la industria farmacéutica la IA ayudará a descifrar las estructuras nativas tridimensionales de las proteínas, uno de los actuales retos de la biología computacional. “Una vez que esto sea posible, gracias a la aplicación de algoritmos de aprendizaje automático que analizan diferentes modelos de posibles composiciones de esas estructuras, se acelerará y simplificará el desarrollo del fármaco más adecuado contra un componente específico. Se trata de una aplicación que aún está en una fase incipiente, pero ya se están entrenando sistemas de IA con algoritmos de búsqueda inspirados en sistemas biológicos y en modelos de representación atómica”, comenta Santos.

automotivo

frotas charter carona marcar o futuro da indústria automóvel. Neste sentido, durante seu discurso na retina LTDO encontro dos líderes da transformação digital, realizada em 28 de novembro, Thomas Beermann, CEO da car2go Europa, previu que até 2030 Carsharing será “autônoma e elétrica”, para o qual a sua empresa está trabalhando em gestão inteligente da sua frota de veículos através de algoritmos para prever a demanda do cliente e melhorar a experiência do usuário.

veículos semi-autônomas com características para ajudar o motorista e de supervisão do motor através de AI para manutenção preditiva são outras previsões direcionados pela PwC.

Serviços financeiros

Os bancos já estão se voltando para assessores robo a aconselhar os seus clientes e carteiras de investimento automatização. Mas também nos próximos anos, graças aos avanços na IA vai ver novas configurações personalizadas planos financeiros, a detecção de fraude e lavagem de dinheiro e automatizar operações orientadas para o cliente.

estabelecimentos comerciais

De acordo com a PwC, as três áreas com maior potencial para o desenvolvimento da AI no setor varejo Eles estão oferecendo produtos com desenhos personalizados; automatizado de gestão de inventário e entregas; e antecipação da demanda do cliente. Em relação a este último ponto, muitas empresas já começaram a aplicar algoritmos de aprendizado de máquina para prever ordens.

Tecnologia, Comunicação e Entretenimento

Neste contexto, computação afetiva e aprendizagem de máquina está fazendo o surgimento de dispositivos cada vez mais empáticos, de modo que será capaz de fornecer conteúdo personalizado, dependendo do humor do usuário ou contexto. Este é o caso do novo celular Huawei Companheiro 10Cuja Kirin 970 processador simula o pensamento humano e é capaz de analisar o ambiente, o que faz com que esses telefones são mais “consciente” das necessidades dos usuários em todos os momentos. Além disso, graças à inclusão de IA dentro do próprio chipset terminal, estes smartphones Eles são caracterizados por capacidades muito avançadas: muito mais rápido pessoal assistentes, tradução simultânea sem acesso à Internet, visão computacional em tempo real na palma da sua mão ou identificação de objetos e pessoas nas imagens, entre outros.

fabrico

Estíbaliz Garrote, responsable de Computer Vision en el centro de investigación y desarrollo tecnológico Tecnalia, recuerda que “cada día hay más ejemplos en los que la IA ayuda a solucionar problemas y a generar nuevos productos y negocios en el sector industrial, donde está presente en muchas líneas de producción y logística”. En este sentido, Tecnalia ha colaborado en el desarrollo de un equipo que inspecciona el 100% de la producción de tubos de acero, lo que en una economía tan competitiva ayuda a generar un producto de la máxima calidad.

Monitoramento e auto-correção processos de fabricação, otimização da cadeia de fornecimento e produção sob demanda são as principais questões que serão revolucionaram em 2030.

poder

Do ponto de vista do consumo, medição inteligente irá mostrar a informação em tempo real do usuário sobre o uso de diferentes fontes de energia, que ajudarão a reduzir as contas. No que se refere fornecimento, o IA vai aplicar para um funcionamento eficiente e de armazenamento e manutenção mais preditiva de infra-estrutura.

Transporte e Logística

Durante anos, graças à inteligência artificial têm construído máquinas com diferentes graus de autonomia para o transporte e logística: do metro da cidade japonesa de Sendai para drones populares. Agora, as grandes revoluções nesta área para melhorar o monitoramento de cada entrega, obter maior controle de tráfego, incluindo a redução de congestionamentos e aumentar a segurança durante a viagem.

FONTE: MACACO DE NEGÓCIO