jun 29

Macaé inaugura a sua primeira usina de biogás, capaz de abastecer cerca de 4 mil residências

Macaé recebe Usina de Biogás gerado através do lixo – imagem: Prefeitura de Macaé/Reprodução

Macaé receberá sua primeira usina de biogás, com capacidade para produzir 1 megawatt. O gás será gerado por meio do tratamento de lixo do Centro de Tratamento de Resíduos

Macaé ganhou nesta terça-feira (28) sua primeira usina de biogás, que funcionará no Centro de Tratamento de Resíduos (CTR). A inauguração aconteceu às 10h.

Usina de biogás em Macaé terá capacidade de 1 MW

De acordo com Juninho Luna, Secretário de Ambiente, Sustentabilidade e Proteção Animal, o início das operações da usina de biogás acontecerá após a fase de testes, e revela que a energia elétrica da usina será gerada por meio do lixo do Centro de Tratamento de Resíduos.

De acordo com Luna, os 30 poços de biogás construídos nas redondezas do CTR terão capacidade para gerar até 1 megawatts (MW) de energia limpa nesta primeira fase, conseguindo abastecer cerca de 4 mil casas, além de evitar a emissão de toneladas de gás metano na atmosfera, trazendo um importante impacto positivo ao meio ambiente de Macaé.

O gestor também ressaltou que esta usina de biogás representa uma solução de sustentabilidade, tendo em vista que a energia elétrica gerada pelo empreendimento será uma energia limpa e renovável, menos agressiva às pessoas e ao meio ambiente.

Luna acrescenta que o lixo sempre existirá, ampliando a produção de gases poluentes como o metano, um agente agressivo ao meio ambiente. Com esta ação, o município está destinando adequadamente o gás metano, gerando diversos benefícios à saúde e ao meio ambiente.

Transformação de lixo em energia

De uns tempos para cá, a transformação do lixo em biogás tem ganhado cada vez mais popularidade e, além de Macaé, as empresas Aggreko e Eva Energia fecharam uma parceria para uma usina de biogás, com energia gerada através dos aterros sanitários.

A primeira unidade foi instalada em Seropédica, no Rio de Janeiro, e a segunda foi instalada em Mauá (SP). É importante ressaltar a importância destas iniciativas, tendo em vista que, apesar das implantações de políticas públicas de controle e incentivo à coleta de lixo e destinação correta do resíduo sólido urbano, parte do lixo coletado nas cidades têm destinação inadequada, o que comprova que o Brasil tem um imenso potencial para gerar uma quantidade maior de energia a partir desses resíduos urbanos.

Em 2014, foram geradas cerca de 200 mil toneladas de RSU por dia no Brasil, equivalendo a cerca de 78 milhões de toneladas anuais. De acordo com os dados, as regiões Sul e Sudeste contam com uma porcentagem maior de resíduos depositados em aterros sanitários em comparação às outras regiões.

Governo Federal lança medidas para fomentar produção de biometano

Com o intuito de avançar na agenda da sustentabilidade, o Governo Federal lançou na última segunda-feira (20) várias medidas para fomentar a produção de biometano por meio do tratamento de lixo.

A informação veio do Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, que foi entrevistado no último domingo no Programa Brasil em Pauta. Segundo o Ministro, várias iniciativas do Governo Federal já estão sendo feitas para que o tratamento de lixo seja efetivado e transformado em biometano, principalmente resíduos de aves e suínos, cana-de-açúcar e outros que não são provenientes de aterros sanitários.

A transformação desses resíduos reduz a quantidade de gás metano gerado por este tipo de lixo.

FONTE: https://clickpetroleoegas.com.br/macae-inaugura-a-sua-primeira-usina-de-biogas-capaz-de-abastecer-cerca-de-4-mil-residencias/