ago 02

Livro aborda a tecnologia disruptiva das aeronaves remotamente pilotadas

A obra visa proporcionar conhecimentos técnicos a respeito dos drones

Já está disponível o livro “Drones: a Tecnologia Disruptiva das Aeronaves Remotamente Pilotadas – Perspectivas e Interfaces em Aplicações Civis, Comerciais, Segurança e Defesa”, do autor Sílvio Cruz Rangel, Especialista em RPA (Drones), pela PUCPR.

A presente obra visa proporcionar conhecimentos técnicos a respeito das aeronaves remotamente pilotadas (Drones), no que tange a sua aplicação profissional em atividades civis, comerciais, segurança e defesa.

Partindo desta premissa, esta obra vai levar o leitor a refletir sobre as potencialidades de uso das aeronaves remotamente pilotadas e os seus princípios norteadores, proporcionando uma visão holística e multifacetada destes aspectos.

Além disso, as ideias aqui expostas visam contribuir de forma significativa para o desenvolvimento contínuo e crescente deste seguimento, a fim de promover novas perspectivas de utilização das aeronaves não tripuladas em diversos setores.

Neste interim, apontado por especialistas como uma importante inovação tecnológica desta “Quarta Revolução Industrial’, os Drones surgem com elevado potencial de aplicação em atividades relacionadas a inspeção, monitoramento, mapeamento aéreo, segurança, vigilância, resgate e salvamento.

Sendo assim, este equipamento é considerado uma excelente ferramenta de trabalho para ser utilizada por profissionais de diferentes áreas do conhecimento, em diversos cenários laborais.

No entanto, é importante ressaltar que no Brasil já existem normas que regulam o uso de Drones. Deste modo, é essencial que o piloto remoto cumpra os requisitos legais propostos pelos órgãos reguladores, com o propósito de executar operações cada vez mais seguras e sustentáveis.

Por fim, em tempos de globalização, avanços tecnológicos e novos padrões de ferramentas de trabalho, a capacitação profissional é fundamental, uma vez que a pilotagem de Drones exige um certo conhecimento técnico do operador.

Nesse contexto, o aperfeiçoamento sistêmico e contínuo é essencial para realizar as operações dentro da legalidade, conforme a modernização dos equipamentos e dos sistemas embarcados. Boa leitura!

Drones e Geotecnologias na Indústria 4.0

Os eventos DroneShow e MundoGEO Connect 2019 aconteceram de 25 a 27 de junho em São Paulo, reunindo mais de 3.800 participantes, 120 marcas na feira e 240 horas de conteúdo com o tema Drones e Geotecnologias na Indústria 4.0

FONTE: DRONE SHOW