mar 05

Kits com impressora 3D e equipamentos para mecatrônica e robótica chegam às escolas de AL

Incentivar a participação feminina nas ciências exatas e iniciação científica é uma das metas do Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Para impulsionar esta prática, o órgão promoveu a entrega de quatro kits com impressora 3D e equipamentos para utilização em mecatrônica e robótica para quatro unidades de ensino.

As escolas beneficiadas – Juvenal Lopes Ferreira de Omena, de Branquinha; Professor Afrânio Lages, de Maceió; Judith Nascimento da Silva, de Messias, e Professora Edleuza Oliveira da Silva, de São Miguel dos Campos – fazem parte do Programa Meninas em STEM, que busca, por meio de projetos e atividades práticas, atrair mais meninas para as áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática (tradução da sigla inglesa STEM – Science, Technology, Engineering and Mathematics).

Tudo começou com um trabalho desenvolvido junto à embaixada americana e USP, que promovem o seminário STEM TechCamp no Brasil. Foi neste evento, em 2018, durante uma semana de imersão em STEM, que Alagoas criou o projeto do Meninas em STEM. O mesmo foi inscrito em um edital que trazia o propósito de desenvolver atividades educativas e foi aprovado. Com os recursos adquiridos com o projeto, foi possível a compra dos kits para que as meninas experimentassem a criação.

Para a secretária-executiva da Educação, Laura Souza, a entrega do equipamento para as escolas será primordial para o desenvolvimento de habilidades das meninas que participam do programa. “A Seduc acredita nas nossas meninas, queremos que vocês sejam protagonistas. O objetivo é que o uso deste equipamento incentive outras escolas e outras meninas a se interessarem pela ciência. Que este grupo possa incentivar outras meninas e ajudar a espalhar esse conhecimento. A escola vai abrir um mundo de oportunidade para vocês, e, por meio do estudo, o potencial será elevado”, declarou a secretária durante a solenidade de entrega das impressoras, realizada no Espaço de Formação e Experimentação em Tecnologias para Professores EFEX, localizado no Cepa.

O coordenador do programa, Ednaldo Firmino, conta que a iniciativa visa inspirar as jovens a ingressarem em cursos de engenharia e criação após a conclusão do ensino médio. “Com o Kit, elas poderão trabalhar com impressora 3D, programação e robótica, kit arduíno e mesa digitalizadora onde atuar com gamificação. Desejamos expandir o número de meninas participantes do projeto e, com os ateliês pedagógicos, que poderão utilizar esse modelo de aprendizagem, tentaremos incentivar e orientar outras escolas a realizarem o projeto”, reiterou o coordenador.

FONTE: AQUI ACONTECE