fev 19

Jeitto dá crédito de R$ 30 a R$ 500 e sem juros

A Jeitto oferece crédito de R$ 30 a R$ 500 para moradores das periferias brasileiras. Esses moradores, no entanto, são os que ganham até 3 mil reais por mês.

Além disso, a fintech não cobra juros, mas sim uma tarifa de 3 a 8 reais por empréstimo. O crédito, no entanto, não é liberado em dinheiro, mas sim em forma de boleto bancário, para fazer a recarga de celular e pagar contas como água e luz, além de serviços como Uber. Contudo, se o usuário não pagar o boleto em 40 dias e se não pagar em dia, o nome é negativado.

“Não queremos superendividar o consumidor. Ele consome, paga, consome, paga. A ideia é ajudar no seu fluxo de caixa, sem dar um empréstimo maior do que ele precisa”, diz Fernando Silva, um dos sócios da Jeitto.

Jeitto se inspirou na África

A fintech se inspirou em empresas da África que bancarizaram pessoas de baixa renda através do celular, como a M-Pesa, do Quênia. Os africanos, assim como acontece no Brasil, precisam de pouco dinheiro emprestado e só encontram opções de empréstimos de altos valores no bancos e financeiras, a juros caros, ou não possuem o crédito aprovado devido ao risco de inadimplência.

O problema para esses consumidores, além da dificuldade do acesso às instituições financeiras tradicionais, é a falta de conveniência. “As pessoas passam horas em transporte público, odeiam ficar em filas e não têm agências perto da sua casa para pagar uma conta. Precisamos ajudá-las a fazer seu controle financeiro”, diz Silva.

O foco da fintech é dar crédito, mas quem não consegue aprovação do empréstimo pode usar a carteira digital pré-paga. O cliente pode carregar a carteira com dinheiro e fazer transferências, pagar boletos e realizar compras sem conta em banco, por um real por transação. Contudo, a Jeitto poderá conhecer o cliente, sendo talvez uma possibilidade em dar crédito no futuro.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

Fonte: Exame