set 06

Itaú Unibanco adota controle de gastos para rivalizar com fintechs

O Itaú Unibanco declarou nesta terça-feira (3) estar em processo de controle de gastos para aumentar sua competitividade ante novas fintechs

O setor das instituições bancárias vivem hoje a maior quebra de paradigmas de sua história. O advento das fintechs e de um sistema financeiro cada vez mais descentralizado e baseado na internet e na nuvem faz com que tradicionais instituições se movimentem a fim de não perder o trem da história e da inovação. Quem está neste processo de renovação é o Itaú Unibanco, que nesta terça-feira (3) declarou estar em processo de controle de gastos para aumentar sua competitividade ante novas fintechs, segundo a agência Reuters.

Uma das primeiras medidas tomada pelo banco é o programa de desligamento voluntário (PDV), que começou em junho deste ano e terminou ao final do mês de agosto. Segundo o vice-presidente de finanças e risco do Itaú Unibanco, Milton Maluhy, o PDV do banco teve adesão acima do esperado pela instituição. “Temos um conjunto de cerca de 7 mil funcionários elegíveis e o porcentual de adesão dentro desse universo está acima do esperado”, disse ele no evento.

Já o co-presidente do conselho do Itaú Roberto Setubal, disse que a instituição está pronta para a concorrência com as fintechs. Em outubro, o banco lançará a solução de pagamentos iti, com cerca de 600 mil clientes, após cinco meses de testes.

Outras medida de controle de gastos é o fechamento de agências, processo que já começou, com o fim de 270 pontos físicos do banco nos últimos 18 meses.O presidente-executivo, Candido Bracher do Itaú não descartou mais fechamentos, afirmando que há “algum espaço” para isso ainda.

FONTE: ISTO É DINHEIRO