fev 05

Investimentos em IA no Brasil podem chegar a R$ 2,4 bilhões em 2021

Apontada como uma das principais tecnologias para 2021, a inteligência artificial (IA) poderá gerar investimentos de US$ 464 milhões (aproximadamente R$ 2,4 bilhões, em conversão direta) para o Brasil neste ano. Pelo menos é essa a estimativa da IDC, consultoria especializada em inteligência de mercado.

 O cálculo foi feito com base na pesquisa anual da companhia, iniciada em janeiro. Cerca de 500 empresas de médio e grande porte foram entrevistadas para que os investimentos e tendências do mercado de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) fossem estimados para o ano vigente.

Segundo Luciano Ramos, gerente de pesquisa e consultoria da IDC, os cerca de R$ 2,4 bilhões serão aplicados em contratação de software, hardware e de serviços de suporte à IA, bem como movimentará fusões e aquisições no setor.

 A maior parte dos investimentos será guiada por serviços de consultorias de TI e de negócios. Estas empresas deverão fomentar o mercado de inteligência artificial para otimizar os agentes automatizados de atendimentos e assistentes virtuais em aplicações corporativas — que podem apresentar crescimento de 30% neste ano, em comparação com 2020.

Inteligência artificial tem grande potencial de expansão no Brasil. Foto: whiteMocca/Shutterstock

5G e edge computing

Ainda segundo Ramos, todo o investimento do setor esperado para este ano não significará o grande salto da IA no Brasil. Isso porque a tecnologia deverá ser ainda mais incorporada na estratégia das companhias em 2022 e 2023, juntamente com o avanço da conectividade 5G e computação de borda (ou edge computing).

“O crescimento mais robusto deve aparecer em 2022 e 2023, com 5G e edge computing. Boa parte dessa IA estará na borda para poder dar respostas rápidas e retroalimentar o núcleo da corporação”, afirmou o especialista.

A pesquisa revelou ainda que 25% das empresas do Brasil têm projetos baseados em IA ou machine learning, mas em estágio de adaptação ou implementação — tendo em vista que 75% desses algoritmos possuem supervisão humana.

Estes números tendem a ficar ainda maiores caso o mercado de inteligência artificial no Brasil concretize toda essa ascensão projetada para os próximos anos.

FONTE: https://www.negociosdisruptivos.com/wp-admin/post-new.php