jun 08

Indústria 4.0: o que é e como surgiu

Entenda como surgiu o termo Indústria 4.0 na história e o que significa a quarta revolução industrial.

Por Rodrigo Portes, executivo e autor do livro “Como a indústria 4.0 tem revolucionado o século XXI”

Neste último mês de abril de 2021, o termo Indústria 4.0 celebrou 10 anos de seu lançamento. Ele foi usado pela primeira vez na Feira de Hannover de 2011, principal feira de automação industrial global e que acontece todos os anos na Alemanha.

MAS DE ONDE VEM O NOME INDÚSTRIA 4.0? 

Antes de explicar a sua origem, precisamos entender um pouco sobre os processos de industrialização (Revoluções Industriais) pelos quais a humanidade passou nos últimos séculos.

Os registros históricos estão certos em definir a Indústria 4.0 como a quarta revolução industrial. Tudo começou com a revolução industrial vitoriana, no início do século 19, quando a produção em fábricas foi introduzida no que era predominantemente uma economia agrícola na Inglaterra. A produção em massa criou raízes na segunda revolução industrial no final de 1800, estimulada ainda mais pela introdução do aço e eletricidade para alimentar as fábricas. Em meados da década de 1960, a tecnologia digital começou a aparecer, lentamente substituindo a antiga maneira (analógica e mecânica) de fazer as coisas. Vemos agora um movimento para a digitalização completa dos processos. Assim, o termo “Indústria 4.0”.

A Quarta Revolução Industrial, apelidada de Indústria 4.0, surgiu em meados de 2010 originária de um projeto na estratégia de alta tecnologia do governo alemão, que visava promover a digitalização da manufatura para estabelecer a Alemanha como um mercado líder e fornecedor de soluções avançadas.

Indústria 4.0 cria o que foi chamado de “fábrica inteligente”. Dentro das fábricas inteligentes os sistemas ciberfísicos monitoram processos físicos, criam uma “cópia virtual” do mundo físico e tomam decisões descentralizadas.

Através de sensores conectados as máquinas, os equipamentos se tornam inteligentes e capazes de tomar ações com base em dados previamente coletados, analisados na nuvem e cruzados. Essas ações podem ser combinadas de infinitas formas, uma vez que temos uma capacidade enorme de coleta, análise e armazenamento de dados.

Homem usa óculos de realidade virtual (foto: XR Expo/Unsplash)

O QUE É A INDÚSTRIA 4.0?

A Indústria 4.0 é a transformação digital da fabricação, alavancada por tecnologias como cloud, big data, analytics, IoT, inteligência artificial, realidade aumentada exigindo a convergência de tecnologia da informação e tecnologia operacional, robótica, computação cognitiva e processos de fabricação. Visando ter fábricas conectadas, fabricação inteligente descentralizada e sistemas de auto-otimização.

Ainda há muitos desafios a serem superados, mesmo em países que já têm um histórico de inovações tecnológicas, como Alemanha e Estados Unidos, principalmente no que diz respeito à adesão de empresas de pequeno e médio porte às novas tecnologias. Países em desenvolvimento, por outro lado, como a China e o Brasil, possuem ainda mais desafios a serem superados, remetendo a uma histórica falta de incentivo à tecnologia por parte do governo e à falta de investimento do setor privado em pesquisa.

O primeiro passo é a vontade de mudar e a busca por especialização e conhecimento. Todos aqueles que desejam se manter competitivos, precisam estar sempre atentos a novas tecnologias para manterem-se atualizados.

Outro ponto importante, e que todos os programas de incentivo à Indústria 4.0 possuem em comum, em maior ou menor grau, é a cooperação entre indústria ou setor privado e instituições de pesquisa, como universidades. Quando as universidades trabalham de forma independente da indústria, muitas vezes, suas pesquisas se tornam um pouco desconexas da realidade e do que o mercado realmente busca. Além disso, as inovações acabam sendo mais lentas, porque não têm o estímulo de resolver um problema real do momento. As indústrias, por sua vez, acabam ficando estagnadas em termos de inovações tecnológicas.

Assim, para inovações que de fato atendam às demandas do mercado de forma rápida e eficiente é preciso que setor privado, governos e instituições de pesquisa trabalhem em conjunto prol de um objetivo comum.

FONTE: https://app.startse.com/artigos/industria-4-0-o-que-e