mar 12

iFood vai testar entrega de comida por drones em 2019

O iFood vai testar, nos próximos meses, entregas de pedidos por drones em prédios comerciais e residenciais, afirmou o presidente da empresa, Carlos Moyses, em entrevista à Reuters.

Segundo ele, já no Carnaval o delivery aéreo teve a sua primeira prova. “Fizemos testes com sucesso usando drones, incluindo para entrega de refeições num bloco de carnaval em São Paulo”, afirmou à agência.

Mais da metade dos brasileiros se sentiria confortável com entrega por drones

Para o plano sair do papel, porém, a empresa terá de conseguir aprovações de órgãos reguladores, como a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Os testes do iFood chegam em um momento de adaptação do mercado brasileiro a tendências iniciadas no exterior, principalmente por gigantes como Amazon e Alibaba. Segundo pesquisa Worldpay, conduzida pela Opinium em 2018, mais da metade (53%) dos consumidores brasileiros com acesso à internet se sentiriam confortáveis caso drones fizessem a entrega de produtos.

Pessoas mais velhas são mais abertas a novas tecnologias no Brasil. De acordo com a pesquisa, 62% dos entrevistados com mais de 55 anos de idade aceitariam ter um drone coletando itens para devolução; entre pessoas com 18 a 34 anos de idade essa taxa fica em 50%. O índice é maior que países como Reino Unido (37%) e os Estados Unidos (40%), para consumidores com mais de 55 anos de idade.

O levantamento também revela que 34% dos consumidores brasileiros estão animados com o uso de drones no futuro. Isso indica que os varejistas têm grandes possibilidades ao oferecer serviços variados no e-commerce, ajudando a elevar a confiança dos brasileiros na tecnologia.

FONTE: E-COMMERCE BRASIL