ago 21

IA vence piloto da Força Aérea dos EUA em combate simulado

Inteligencia artificial da Heron Systems superou concorrente da Lockheed Martin, e depois venceu um piloto humano por 5 a 0

Uma inteligência artificial desenvolvida pela Heron Systems venceu o desafio AlphaDogFight, parte de um programa da Agência de Projetos Avançados do Departamento de Defesa dos EUA (DARPA) que tem como objetivo automatizar o combate aéreo e aumentar a confiança humana na IA, como um passo rumo a uma futura “parceria” entre humanos e máquinas.

Oito grupos se enfrentaram ao longo de três dias, e na final a IA da Heron Systems venceu a concorrente da Lockheed Martin. Depois da final a vencedora competiu contra um piloto humano da força aérea dos EUA, codinome “Banger”, que controlava um F-16 em um simulador de voo usando um capacete de realidade virtual.

E foi aí que a IA da Heron Systems demonstrou todo seu potencial, vencendo o humano por 5 a 0. A vitória só não foi mais esmagadora porque, no último round, Banger mudou de tática e conseguiu sobreviver por muito mais tempo do que nos anteriores, sugerindo que a IA tem um ponto fraco que pode ser explorado por pilotos experientes.

Comentaristas que acompanharam o evento notaram que a habilidade “sobrehumana” da IA em mirar o canhão no nariz de seu caça no inimigo lhe deu uma vantagem, especialmente enquanto os caças voavam em alta velocidade próximos ao solo, o que faria um piloto humano experimentar forças G extremas.

Os desenvolvedores da IA da Heron Systems participaram de uma sessão de perguntas e respostas após a competição, disponível no YouTube. Lá, eles explicam o comportamento de seu “piloto” durante os combates, e mencionam alguns movimentos inesperados. Segundo eles, sua IA pode rodar em hardware tão simples como um processador Nvidia Tegra, como os usados em sistemas automotivos e consoles como o Nintendo Switch.

FONTE: https://olhardigital.com.br/noticia/ia-vence-piloto-da-forca-aerea-dos-eua-em-combate-simulado/105615