out 14

Hyundai quer revolucionar conectividade nos carros e destravar a era do software

“Destravando a Era do Software”. Esse foi o nome dado pela Hyundai à iniciativa global revelada nesta terça-feira (11). A ideia do grupo sul-coreano prevê transformar todos os carros da marca em SDV (Software Defined Vehicles, ou Veículos Definidos por Software, em português) até, no máximo, 2025.

A previsão da cúpula da Hyundai que apresentou o projeto é que 20 milhões de veículos estejam registrados no chamado CCS (Serviço de Carro Conectado) em todo o planeta dentro dos próximos três anos.

Hyundai prometeu revolucionar conectividade de seus carros até 2025 (Imagem: Divulgação/Hyundai)

Segundo a Hyundai, entre as principais atrações que serão “destravadas” na chamada Era do Software merecem destaque:

  • Atualizações de software via Over-The-Air (OTA) a qualquer hora, em qualquer lugar do mundo para todos os carros produzidos a partir de 2023;
  • Ecossistema aberto graças às parcerias com plataformas de logística, entretenimento, lazer e hospedagem;
  • Possibilidade de comprar recursos sob demanda e, assim, personalizar o carro da maneira que melhor atenda às necessidades específicas de cada cliente;
  • Funcionalidades e recursos abrangentes para manter os carros constantemente atualizados.

“Ao transformar todos os automóveis em Veículos Definidos por Software até 2025, o Grupo Hyundai Motor redefinirá completamente o conceito de automóvel e liderará uma era de mobilidade nunca experimentada. Criar veículos visionários com a capacidade de evoluir por meio de softwares permitirá que os clientes mantenham seus carros atualizados com os mais recentes recursos e tecnologias mesmo muito tempo depois de saírem da fábrica.”, afirmou Chung Kook Park, Presidente e Chefe da Divisão de P&D do Grupo Hyundai Motor.

Plataforma de veículos elétricos vai acelerar transformação

A Hyundai deixou claro que o jargão “tempo é dinheiro” segue vivo na indústria automobilística. Por isso, quer reduzir significativamente o tempo gasto em todo o processo de produção em massa, incluindo planejamento, design e fabricação. A solução é uma nova plataforma de veículos elétricos compartilhada de hardware e software.

Os executivos explicaram que isso permitirá que os componentes do veículo sejam compartilhados entre diferentes segmentos, “levando a um desenvolvimento de veículos mais eficiente e a maiores reduções de custos, com o consequente aumento de eficácia da chamada tecnologia SDV”.

A Hyundai revelou que apresentará novos veículos em 2025 com base em suas duas novas plataformas de carros elétricos: eM e eS. As novas plataformas serão criadas sob o sistema de Arquitetura Modular Integrada (IMA, em inglês).

A eM servirá para carros elétricos de todos os segmentos e promete melhora de até 50% na autonomia no comparativo com os carros elétricos atuais. A eS, por sua vez, terá como foco exclusivamente Veículos com Propósito Definido (PBV, em inglês). A promessa é de uma estrutura totalmente flexível para atender demandas B2B e fornecer soluções sob medida para empresas que atuam nos ramos de entrega, logística e compartilhamento de veículos.

Hyundai terá duas novas plataformas para veículos elétricos (Imagem: Divulgação/Hyundai)

“Em 2025, o Grupo Hyundai Motor apresentará veículos com dois tipos de plataforma: eM, dedicada a veículos elétricos de passageiros; e eS, exclusiva para Veículos com Propósito Definido. Essas novas plataformas estão evoluindo sob nossa Arquitetura Modular Integrada, que levará a uma maior padronização e modularização dos principais componentes, como baterias e motores, oferecendo vantagens para outros setores além dos veículos elétricos”, disse Paul Choo, Vice-Presidente Executivo e Chefe do Centro de Desenvolvimento de Eletrônica, Informação e Entretenimento do grupo.

Sistema Operacional de Carro Conectado (ccOS)

Os Sistemas Operacionais de Carro Conectado (ccOS, em inglês) prometidos pela Hyundai são, segundo a marca, “altamente inovadores”. O grupo fechou parceria com a NVIDIA, líder em computação para Inteligência Artificial, e tem no “forno” um semicondutor de processamento de informações de altíssimo desempenho.

A ideia da Hyundai é aplicar a tecnologia de ponta nos veículos conectados da marca e, com isso, fortalecer também sua presença no segmento de carros com condução autônoma.

A marca prometeu dar toda a estrutura e apoio necessários para analisar e processar dados de forma ultrarrápida, fornecida pelos vastos recursos de coleta de dados da tecnologia, como os sensores LiDAR (de detecção e alcance de luz) nas câmeras e radares montados no veículo.

Hyundai prometeu vasta coleta de dados por meio de sensores LiDAR ((Imagem: Divulgação/Hyundai)

“Este ano, o Grupo Hyundai Motor vai realizar um Piloto de Condução em Rodovia com um veículo Genesis G90, que é uma tecnologia de condução autônoma de Nível 3 baseada em controlador integrado de segunda geração. Estamos desenvolvendo também um Piloto de Estacionamento Remoto (RPP, em inglês) para condução autônoma de Nível 3”, comentou Woongjun Jang, Vice-presidente Sênior e Chefe do Centro de Direção Autônoma do Grupo Hyundai Motor.

Bilhões para “destravar a Era do Software”

Transformar o planejamento global iniciado nesta terça-feira em realidade demanda tempo, paciência e investimentos bilionários. E a Hyundai avisou que está preparada para gastar o que for necessário para atingir o resultado esperado.

O grupo sul-coreano vai investir US$ 12,83 bilhões até 2030 no Centro Global de Software e em P&D reforçará as competências para o desenvolvimento de Veículos Definidos por Software (SDV). Além disso, construirá um novo Centro Global de Software, que vai desenvolver dispositivos e soluções de mobilidade definida por software, extrapolando o mercado de veículos e entrando nas áreas de mobilidade e logística.

“Hoje, revelamos os conceitos de tecnologia, estratégias e cenários futuros relacionados a veículos definidos por software que sustentarão o núcleo da mobilidade futura”, disse Chung Kook Park, Presidente e Chefe da Divisão de P&D do Grupo Hyundai Motor.

“Nossa abordagem holística vai nos empoderar para liderar a transformação de paradigma na mobilidade. À medida que levamos essas inovações tecnológicas da imaginação para a realidade, destravaremos o potencial futuro do automóvel e abriremos novas possibilidades para reescrever a experiência do cliente e oferecer um novo modo de vida, repleto de significado e valor”, concluiu.

FONTE: https://canaltech.com.br/carros/hyundai-quer-revolucionar-conectividade-nos-carros-e-destravar-a-era-do-software-227247/