fev 08

Headset de realidade mista da Apple deve chegar ao mercado em 2023

O headset de realidade mista da Apple deve chegar ao mercado em 2023, equipado com o chip M1 e um valor bem elevado. O usuário que desejar o novo acessório, que promete exibir vídeos em 8k, deverá desembolsar nada menos que US$ 3 mil (cerca de R$ 16 mil).

 O dispositivo que será meio óculos e meio fone, contará com uma elegante viseira curva com acabamento em tecido de malha, além de tiaras trocáveis semelhantes aos do AirPods Max. De acordo com relatório divulgado pela Bloomberg, os headsets ainda sem nome serão fabricados em Taiwan pela Pegatron.

O dispositivo deverá contar não com um, mas com dois monitores com resolução em 8K. Além disso, a Apple poderá usar um sistema de rastreamento ocular do usuário para renderizar o conteúdo apenas para o local para onde o usuário estiver focando, com os campos de visão periférica sendo renderizados em resolução mais baixa.

Valor do produto pode limitar fatia de mercado

Esta configuração parruda, naturalmente, fará com que o preço final do headset de realidade mista da Apple seja bem proibitivo e muito mais alto que o de alguns concorrentes como o Oculus Quest 2, que é vendido por US$ 300 (cerca de R$1,6 mil), o que representa 10% do possível valor do headset da Apple.

Com um valor tão alto, o único concorrente do headset de realidade mista da Apple seria o HoloLens 2 da Microsoft, que tem a peculiaridade de não ser vendido ao público geral, mas, somente a empresas. Porém, como a Apple só pretende colocar o produto no mercado em 2023 muita coisa ainda poderá acontecer.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2021/02/06/carros-e-tecnologia/headset-de-realidade-mista-da-apple-deve-chegar-ao-mercado-em-2023/