jan 28

Great Wall promete investir R$ 10 bi para produzir eletrificados no Brasil

A montadora chinesa Great Wall planeja investir R$ 10 bilhões em sua fábrica de Iracemápolis (SP), adquirida recentemente da Mercedes-Benz, para produzir carros elétricos no Brasil. Esta também será a primeira instalação 100% dedicada a carros eletrificados (elétricos e híbridos) em território nacional.

Nesta quinta-feira (27), a Great Wall divulgou seu plano de ações para a operação no Brasil. Na primeira fase, que vai de 2023 a 2025, a montadora chinesa vai investir R$ 4 bilhões e pretende, além de adaptar a fábrica, desenvolver fornecedores locais para que os modelos fabricados no país tenham um índice de nacionalização de 60%.

A ideia é alcançar uma capacidade de 100 mil veículos anuais em 2025, com um efetivo de 2 mil trabalhadores. “No caminho haverá a costura de parcerias e desenvolvimento de fornecedores para chegar a este percentual de peças nacionais em nossos veículos”, disse Pedro Betancourt, diretor de relações externas e governamentais da Great Wall, sobre a operação, que será a maior da montadora fora da China.

Embora o início da produção local esteja previsto para o meio de 2023, a Great Wall não quis especificar quais serão os primeiros carros a serem montados em Iracemápolis. Sabe-se, no entanto, que a montadora chinesa deve trazer três marcas para o país: Haval, de utilitários urbanos; Tank, de SUVs de luxo fora de estrada; e Poer, de picapes médias híbridas. No momento, há 10 modelos sendo desenvolvidos por aqui.

O primeiro lançamento será um carro importado da China, provavelmente ainda no fim de 2022. Já o primeiro carro “nacional” da Great Wall só deve chegar às concessionárias no segundo semestre do ano que vem.

Produção de baterias a partir de 2026

Na segunda fase do plano, entre 2026 e 2032, a Great Wall planeja ir além das fábricas de montagem em Iracemápolis e começar a produzir baterias no Brasil. O montante de investimento é de R$ 6 bilhões. Ainda neste período, a montadora deve apresentar na América do Sul a marca de luxo Ora, que produz modelos equipados com conexão 5G, reconhecimento facial e sistemas semiautônomos de assistência à direção.

“A Great Wall não veio para brincar com tecnologia”, pontuou Betancourt. “Seremos a primeira montadora a produzir apenas carros eletrificados no país.”

FONTE: https://olhardigital.com.br/2022/01/27/carros-e-tecnologia/great-wall-promete-investir-r-10-bi-para-produzir-eletrificados-no-brasil/