ago 29

Google começa testes públicos de chatbot IA que foi acusado de ter “vida própria”

O Google anunciou que está disponibilizando seu aplicativo AI Test Kitchen, que vai permitir que usuários conversem com o chatbot de inteligência artificial (IA) da empresa. No app, os testadores poderão conversar com a mais recente versão do LaMDA (Modelo de Linguagem para Aplicações de Diálogo).

O AI Test Kitchen “destina-se a dar uma ideia de como pode ser ter o LaMDA em suas mãos”, disse o CEO do Google, Sunday Pichai, na época em que anunciou o desenvolvimento do aplicativo.

Por ora, apenas o aplicativo para Android está disponível, mas espera-se que, em breve, também seja lançada a versão para iOS. Os testes do novo chatbot do Google começaram para pequenos grupos dos Estados Unidos, mas qualquer pessoa pode entrar na lista de espera.

Ao se inscrever, o usuário precisa concordar com algumas coisas, como: “Não incluirei nenhuma informação pessoal sobre mim ou outras pessoas em minhas interações com essas demonstrações”.

O Google afirma que o novo chatbot pode tratar sobre assuntos imprecisos ou inadequados, mas reforça a importância do teste com pessoas para que novas adaptações possam feitas e que o sistema possa ser melhorado.

chatbot inteligência artificial

Imagem: maxuser/Shutterstock.com

A Meta recentemente lançou seu chatbot para testes, mas, diferente da empresa de Zuckerberg, o Google parece estar adotando uma abordagem mais restrita, colocando limites em como o público poderá interagir.

Vale lembrar que o engenheiro de software sênior Blake Lemoine, que foi escalado pelo Google para testar o LaMDA, chegou a afirmar que a inteligência artificial tinha vida própria.

Após os testes, Lemoine afirmou que a inteligência artificial era senciente, ou seja, dotado de sensações ou impressões próprias, assim como um ser humano. O engenheiro debateu com a máquina sobre a terceira Lei da Robótica, idealizada por Isaac Asimov, que afirma que os robôs devem proteger sua própria existência.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2022/08/26/internet-e-redes-sociais/google-comeca-testes-publicos-de-chatbot-ia-que-foi-acusado-de-ter-vida-propria/