fev 18

Empresa do Vale do Sinos vira braço da HP no Brasil para impressoras 3D

Contrato foi assinado há poucos dias e equipamentos já estão a caminho do Brasil

Perto de completar 30 anos no mercado, a SKA passa a ser representante exclusiva da HP no Brasil para o mercado de impressoras 3D. É um dos principais contratos já fechados pela empresa de São Leopoldo, no Vale do Sinos. A parceria foi detalhada, em primeira mão, à coluna Fique de Olho pelo diretor da SKA, Siegfried Koelln, direto de Dallas, nos Estados Unidos.

Estava conversando com a HP há dois anos. Em primeiro momento, eles investiram em mercados onde já estavam presentes, como Estados Unidos e Europa. Mas, agora, querem entrar no mercado da América Latina, principalmente Brasil e México — conta o executivo.

Com a impressora tridimensional, é possível criar produtos e colocá-los no mercado em poucos dias. A tecnologia permite imprimir resinas e metais, entre outros materiais. A impressão 3D já é usada na área médica, para fazer próteses e órteses; na aviação, por gigantes como Boeing e Airbus; e na indústria calçadista, na confecção de palmilhas personalizadas.

— Quem pensa que daqui a cinco anos vai fazer a mesma coisa, da mesma forma, vai descobrir que quebrou. Se olharmos para trás, já avançamos muito. Mas, se olharmos para frente, parece que ainda nem começamos a caminhar  – alerta Koelln, que não esconde o entusiasmo.

Para apresentar os modelos de impressora 3D da HP, a SKA terá um showroom na sede da empresa, em São Leopoldo. Além disso, já há uma equipe treinada para fazer a implantação das máquinas e a assistência técnica. Questionado se o mercado brasileiro tem recursos para investir na impressora 3D, chamada no linguajar técnico de manufatura aditiva, Siegfried Koelln garante que sim:

— A indústria brasileira vem de um período bastante sofrido, mas, por outro lado, muitos investimentos foram segurados — avalia.

FONTE: GZH