ago 12

Elon Musk derrota Jeff Bezos em disputa por missões militares

SpaceX será responsável pelos lançamentos de missões de segurança nacional dos EUA entre 2022 e 2026; Pentágono estima que sejam feitas pelo menos 30 missões no período

Na última semana, foi anunciado que a SpaceX e a ULA venceram a concorrência para fazer os lançamentos de missões de segurança nacional dos EUA. Esta foi mais uma vitória da empresa de Elon Musk contra a Blue Origin, de Jeff Bezos. Os contratos garantem lançamentos entre 2022 e 2026.

Pentágono estima que, nesse período, sejam feitos pelo menos 30 lançamentos, segundo informou a CBS News. A Força Espacial anunciou que já encomendou dois lançamentos para a ULA e um para a SpaceX para o quarto trimestre do ano fiscal de 2022. As empresas vão receber US$ 337 milhões e US$ 316 milhões, respectivamente.

O contrato é uma grande vitória para a SpaceX. Musk e sua empresa já processaram os militares duas vezes por serem excluídos de contratos anteriores de desenvolvimento e lançamento de foguetes. A companhia desistiu das ações em 2015, após a Força Aérea conceder um contrato de lançamento à ULA.

Foguete Falcon 9 será usada em uma das missões da Força Espacial. Foto: SpaceX

Já no ano passado, um novo processo se deu pelos contratos de fase um dos serviços de lançamento espacial de segurança nacional, que concediam dinheiro para ajudar alguma empresas no desenvolvimento de foguetes.

Dentre essas empresas estavam a Blue Origin, a Northrop Grumman e a ULA. Agora, a SpaceX apresentou uma proposta para o contrato de lançamento da fase dois e venceu a Blue Origin e a Northrop Grumman.

Em comunicado, a Blue Origin afirmou que se decepcionou com a decisão da Força Espacial. Apesar disso, destacou que está “muito orgulhosa de que nosso motor BE-4 irá impulsionar o veículo de lançamento da ULA”. Já a Northrop Grumman disse estar confiante por apresentar uma proposta forte que reflete a “vasta experiência em lançamentos espaciais”.

Starship

Além das missões para a Força Espacial, a SpaceX está focada em levar o homem a Marte em sua espaçonave Starship. A Starship SN5, primeiro protótipo da nova espaçonave da SpaceX a voar, pode decolar novamente. A informação vem do próprio Elon Musk, em resposta a uma pergunta do youtuber Tim Dodd, do canal Everyday Astronaut.

O voo inaugural ocorreu na última terça-feira (4): a espaçonave decolou de uma plataforma nas instalações da SpaceX em Boca Chica, no Texas, pairou no ar por alguns segundos, a 150 metros de altura, e pousou verticalmente a poucos metros do local da decolagem.

FONTE: https://olhardigital.com.br/ciencia-e-espaco/noticia/elon-musk-derrota-jeff-bezos-em-disputa-por-missoes-militares/105031