set 10

Deficiente visual cria bengala inteligente que usa bluetooth e Google Maps

A cada dia, os usuários se deparam com as inovações tecnológicas rompendo barreiras. É o caso da bengala inteligente voltada a deficientes visuais, desenvolvida pelo turco Kursat Ceylan, diretor da startup WeWalk. O produto faz conexão com a internet e usa sensores e dados do Google Maps para compreender os arredores e avisar sobre os obstáculos.

 A bengala smart funciona assim: o usuário faz conexão via Bluetooth, e ela traz informações do Google Maps via assistente de voz — que chegam aos ouvidos da pessoa por meio de caixinhas de som integradas no próprio cabo. Além disso, os sensores que envolvem a bengala fazem o equipamento vibrar quando o usuário se aproxima de obstáculos baixos, como pedras, raízes e galhos de árvores, por exemplo. A nova aposta da WeWalk foi apresentada ao mundo pela CNN Business. Veja como é o funcionamento na prática:

Durante a entrevista ao veículo norte-americano, o responsável pelo desenvolvimento da bengala falou sobre a proposta por trás do produto em questão: usar a tecnologia moderna como um artifício para auxiliar a vida de quem, assim como ele, também é deficiente visual: “Atualmente estamos falando sobre carros voadores, mas as pessoas têm usado bengalas normais. Como uma pessoa cega, quando eu estou na estação de metrô, não sei onde fica a saída. Eu não sei qual ônibus está se aproximando. Ou quais lojas estão ao meu redor. Esse tipo de informação pode ser oferecida pela WeWalk”.

Já no site da WeWalk, é possível ver que o produto está à venda por US$ 500 (o equivalente a R$ 2.045). “Essa tecnologia aumenta a independência das pessoas com deficiência visual e promove a total participação na sociedade através de suas três características”, diz a descrição do produto no site de venda.

Além disso, é válido lembrar que a bengala detecta obstáculos entre 80 cm e 2,5 m e ainda pode ser integrada com aplicativos de viagem particular, como o Uber, por exemplo.

FONTE: CANAL TECH