maio 16

Conheça os novos recursos do Mi Band 4, a pulseira inteligente da Xiaomi

As novas especificações incluem diversas novidades, mas a pulseira ainda não terá o recurso de GPS solicitado pelos usuários

O Mi Band 4, nova versão do wearable de pulso da Xiaomi, está chegando. E, apesar de algumas semanas atrás, a pulseira já ter uma imagem divulgada, ainda não era possível saber sobre suas especificações. Aparentemente ela se assemelha a Mi Band 3, mas agora já se sabe que essa edição do dispositivo tem tela colorida e funções avançadas, como acesso a um assistente pessoal.

Ao que tudo indica, a Xiaomi pretende incorporar um assistente virtual na Mi Band 4. Entre as funções que ele poderá desempenhar, estão ligar e desligar as luzes, acertar o despertador e ligar aspiradores autônomos da marca. O GPS foi um recurso solicitado pelos usuários e era uma das apostas de todos para esse modelo. Entretanto, ele ainda não tem esse recurso, embora o portal Android Tr afirme que ele tem um código fonte com referências à sistemas de localização.

Com a nova pulseira, a Xiaomi implementou novos recursos que fazem os consumidores desejarem ter sempre o modelo mais recente e, desta vez, não é diferente. Até agora, a Mi Band só possuía uma cor, a branca. Desde a primeira versão que não tinha uma tela até a terceira, a Xiaomi optou por hardware simples, deixando as outras tonalidades de lado.

A Xiaomi já preparou uma loja “watchfaces” para as pulseiras, possibilitando que qualquer um consiga personalizar o aparelho sem risco de estragar nada. Em essência, a empresai reutilizará o código do Amazfit Bip e sua loja, tornando-o também compatível com o Mi Band 4.

O bloqueio também receberá novidades, e passa a ser acionado assim que a pessoa tira o objeto do pulso, exigindo um número PIN de quatro dígitos para reativar a pulseira. A música que toca no celular pode ser controlada pelo dispositivo, que  também exibirá o nome da canção, a opção de parar ou iniciar a reprodução e até ver o volume. A quarta versão da linha terá NFC para as mesmas funções que a My Band 3, como o sistema do AliPay, acesso à edifícios empresariais e pagar passagens em transportes público.

FONTE: CANAL TECH