Conheça o PSVR 2: incrível tecnologia de realidade virtual

O óculos de VR do PlayStation 5 ganhou elogios da crítica, mas não há jogos suficientes para o novo dispositivo.

O PSVR 2 ainda não possui compatibilidade com todos os jogos do PlayStation 5

As análises da tecnologia em si são quase todas extremamente positivas. Os testadores descrevem o conforto do PSVR 2, seu nível de imersão e alguns de seus novos recursos como grandes atrativos.

Axios: “A tecnologia de realidade virtual mais antiga pode causar náuseas ou apenas aquecer desconfortavelmente o rosto do usuário, mas mesmo minhas sessões de duas horas com o PSVR 2 foram agradáveis. Isso provavelmente se deve a uma combinação de menor latência no rastreamento de movimento e atualização de seus gráficos, além de avanços no design de jogos de realidade virtual.”

Washington Post: “Seus feitos técnicos são notáveis, com resolução de 2000 x 2040 pixels por olho. Isso é basicamente uma tela de resolução 4K pressionada contra o seu rosto. Isso significa que oferece uma imagem mais pura do que o Meta Quest Pro de US$ 1.500 (R$ 7742). Emparelhado com a tecnologia OLED que traz pretos nítidos, bem como cores de alta dinâmica, este é provavelmente o dispositivo VR visualmente mais impressionante no mercado de consumo”.

Os principais problemas que surgem com o dispositivo é o fato de que ele ainda está conectado ao PS5, o que significa que você deve possuir um PS5 em primeiro lugar, quase dobrando o custo efetivo, e você ainda está conectado a algo, que é o principal fones de ouvido não são mais.

Há também um dilema aqui em que o preço, de US $ 550 (R$ 2838), é realmente sólido para a tecnologia integrada à unidade, que, como mencionado, pode ser mais impressionante em muitos aspectos do que o estupidamente caro Quest Pro de US US$ 1.500 (R$ 7742) da Meta. Mas essa é uma questão separada se existe um mercado enorme para um headset VR de US$ 550 (R$ 2838) conectado a um PS5 de US$ 400-500 (R$ 2064-2580) em 2023. A tecnologia é boa, mas o mercado de VR ainda é uma espécie de ponto de interrogação. Se você gosta de VR, no entanto, isso soa como um dispositivo realmente excelente para usar, que promove o meio de maneiras importantes.

Software é outra questão. Tem havido muitos elogios para Horizon: Call of the Mountain, o imersivo jogo Horizon Zero Dawn VR que é a principal oferta do PSVR 2, com alguns comparando-o até mesmo com o Half-Life Alyx da Valve em termos de fidelidade virtual VR, mas uma reclamação constante e cautela em todas essas análises é que simplesmente não parece haver jogos suficientes no PSVR 2 ainda, em parte porque você não pode usar nenhuma de sua biblioteca existente do PSVR 1.

Então, continuo lendo coisas como “É fantástico, mas você provavelmente não precisa” ou “a tecnologia é incrível, mas você pode querer esperar para conseguir uma”. Se eu tivesse que adivinhar que o PSVR 2 funcionaria muito bem para um headset VR, e com o quanto o Meta tem lutado ultimamente, parece prestes a comer o almoço de Mark Zuckerberg. Mas questões maiores permanecem sobre a saúde da indústria de VR e as perspectivas de longo prazo do hardware e de seu público.

Texto original publicado pela Forbes USA. Tradução feita por Andressa Barbosa.

FONTE: https://forbes.com.br/forbes-tech/2023/02/conheca-o-psvr-2-incrivel-tecnologia-de-realidade-virtual/

 


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0