ago 10

Conheça as 100 empresas mais promissoras do ambiente de inovação brasileiro

Em sua terceira edição, a lista das 100 Startups to Watch revela um mercado resiliente e vibrante, apesar dos impactos da pandemia

100 startups to watch (Foto: ilustração: Samuel Rodrigues/Espaço Ilusório)

Levantamento feito por Pequenas Empresas & Grandes Negócios, com metodologia da consultoria EloGroup, selecionou as cem empresas mais promissoras do cenário de tecnologia no país. Em sua terceira edição, a lista das 100 Startups to Watch foi revelada nesta sexta-feira (07/08).

A lista das 100STW revela um mercado resiliente e vibrante, apesar dos impactos da pandemia. O ecossistema ainda se beneficia das conquistas de 2019, um ano marcado por um crescimento acelerado, por uma liquidez jamais vista e por empreendedores mais maduros, responsáveis pelo surgimento de cinco novos unicórnios. Se hoje há startups que lutam para manter o fluxo de caixa, algumas viram seu faturamento dobrar nos últimos meses – a crise aumentou a demanda pelos serviços de edtechs, healthtechs e empresas B2B que ajudam os clientes a alcançar a transformação digital.

A lista traz cem startups inovadoras e altamente escaláveis, que merecem a atenção de investidores, aceleradoras, governos e grandes empresas. No total, 1.972 empreendedores se inscreveram. Os participantes preencheram um formulário composto por 85 questões, com temas como potencial de inovação, tração comercial, tamanho da equipe e captação de investimentos.

Depois da primeira triagem, 1.300 foram aprovadas para a fase de avaliação técnica. Estas passaram pelo crivo de 50 especialistas da consultoria EloGroup, que conferiram às empresas notas de 1 a 5, referentes aos seguintes critérios: grau de inovação, potencial de mercado, negócio, equipe e maturidade da solução. Um seleto grupo de 200 empresas passou para a fase final. Foi realizada também uma análise do impacto da pandemia nas startups, considerando a mudança brusca no ambiente de negócios.

Por fim, um comitê de avaliação formado por consultores, especialistas e investidores definiu a lista final das 100 Startups to Watch. Os conselheiros utilizaram uma plataforma online para atribuir notas aos empreendimentos. A lista final foi revisada por todos os conselheiros e aprovada por todos os membros em uma decisão coletiva. Fizeram parte desse comitê nomes como: Alexandre de Souza, coordenador do Startup SC, projeto do Sebrae-SC que já auxiliou no desenvolvimento de mais de 400 startups no estado; Camilla Junqueira, Diretora Geral da Endeavor Brasil, organização global de fomento ao empreendedorismo de alto impacto; Diogo Garcia, community leader da Confraria do Empreendedor, uma das comunidades colaborativas de empreendedores mais relevantes do país; Felipe Matos; que fundou ou liderou iniciativas que já apoiaram mais de 10 mil startups, como a Startup Farm e a Start-up Brasil, e hoje é head da plataforma de aprendizado e consultoria 10K Startups; Fernanda Caloi, Program Manager do Google for Startups no Brasil; Flavio Pripas, Corporate Venture Officer do fundo de venture capital Redpoint eventures; Hasani Damazio, Chief Investment Officer da Afro Estate Angels, que gerencia investimentos em startups lideradas por negros no Brasil; Kika Ricciardi, conselheira e sócia-investidora de scale-ups no Brasil e em Israel; Lindalia Reis, CEO do Hacking.Rio, conferência de tecnologia e inovação que abriga um dos maiores hackathons da América Latina; Livia Faria, que integra o Departamento de Fundos do BNDES, atuando na análise e acompanhamento de investimentos no segmento PME; Maria Rita Spina Bueno, diretora-executiva da Anjos do Brasil e fundadora do Mulheres Investidoras Anjo (MIA); Miguel Sieh, sócio da Founders Intelligence, consultoria especializada na implementação de estratégias inovadoras de crescimento para a nova economia digital; Rafael Amado, especialista de Negócios, Parcerias e Ecossistemas de Inovação do Grupo Globo, no escritório do Vale do Silício; Renata Zanuto, Co-head do Cubo Itaú, que é responsável pelas conexões entre startups e demais agentes do ecossistema. Confira a lista a seguir, dividida por setores, e em ordem alfabética dentro de cada setor.

FONTE: https://epocanegocios.globo.com/Startup/noticia/2020/08/conheca-100-empresas-mais-promissoras-do-ambiente-de-inovacao-brasileiro.html