set 02

Como ser produtivo em ambientes de realidade virtual

Especialista em alta performance explica os fatores que influenciam na produtividade em ambientes virtuais

Foto: Adobe Stock

A realidade virtual (VR) está em expansão. E com o lançamento das redes 5G, ao redor do mundo, essa demanda tende a crescer ainda mais. Essa informação foi revelada pela empresa global de análise e consultoria da indústria, Mordor Intelligence, que prevê até 2026, que os investimentos em VR aumentarão para cerca de US$ 184,66 bilhões por ano.

No ambiente corporativo, a realidade virtual pode oferecer novas maneiras para colaboradores e clientes interagirem. Mas de maneira prática. Como seria passar uma semana inteira trabalhando em um ambiente de realidade virtual? As pessoas seriam mais ou menos produtivas nesses ambientes?

As respostas estão em um estudo da Universidade de Coburg, na Alemanha; da Universidade de Cambridge, no Reino Unido; da Universidade de Primorska, na Eslovênia e da empresa Microsoft, divulgado recentemente. O estudo “Quantifying The Effects of Working VR for One Week” analisou diversas variáveis, junto aos 18 participantes voluntários, entre funcionários e pesquisadores das universidades, como produtividade, carga de tarefas, frustração, fadiga visual, frequência cardíaca, tempos de pauta contínua, entre outros.

Os participantes ficaram oito horas trabalhando, com um intervalo de 45 minutos para o almoço. Sendo uma semana em ambiente virtual (usando óculos de realidade virtual), e uma semana de trabalho em um ambiente físico.

Os resultados dos questionários e medições da pesquisa revelaram que os participantes do estudo reclamaram de uma queda no bem-estar e que sentiram-se menos produtivos. Além disso, tiveram um aumento no cansaço visual (48%) e no nível de frustração com o trabalho (42%).

Realidade virtual exige um olhar especial 

Para a especialista em alta performance e produtividade, Tathiane Deândhela alguns aspectos relacionados a produtividade devem ser levados em conta quando o trabalho é em um ambiente virtual.

“Quando falamos de realidade virtual, estamos falando de uma imersão em um mundo virtual. É um processo que, para muitas pessoas, demanda aprendizado, para lidar com essas ferramentas. Em qualquer ambiente, seja ele físico ou virtual, as pessoas podem ser produtivas. Mas é importante ressaltar que é preciso ter equilíbrio: ser produtivo é o princípio da qualidade de vida. Aspectos como ergonomia do ambiente físico em que se está acessando o realidade virtual, as possíveis distrações e o acompanhamento do gestor junto ao colaborador também são muito relevantes para contribuir com os resultados”, explica Deândhela.

Para Tathiane Deândhela, dá para ser muito produtivo na VR

Para Tathiane Deândhela, dá para ser muito produtivo na VR Foto: Divulgação

Ela afirma que o papel do gestor é muito importante para garantir a produtividade e que é necessário um alinhamento na comunicação entre gestor e funcionário. “Existe o famoso delargar, que é o ‘pegue a tarefa e se vire’. Que é diferente do delegar, que envolve acompanhamento, feedback constante, desenvolvimento dos colaboradores por meio de treinamentos”, explica.

Além disso, Deândhela também elenca outros fatores que são essenciais para a produtividade, como as pausas para descanso. 

“Também acredito que é importante que haja momentos intercalados entre atividades no ambiente virtual e físico, porque isso vai também diretamente nos resultados. É uma questão biológica: o corpo precisa do descanso para ser produtivo”, revela Tathiane.

Uma alternativa para o home office

Por fim, a especialista sugere que os ambientes de trabalho virtual, podem ser uma alternativa mais dinâmica, para o home office. Isso porque, segundo ela, o objetivo desses ambientes é simular o mundo real.

“Acredito que as experiências de trabalho em ambientes virtuais podem trazer essa atmosfera de estar no local de trabalho, mesmo no home office. Mas, na minha visão, temos que ser cuidadosos. Além desses resultados revelados pela pesquisa, também precisamos considerar que seres humanos são adaptados para viver em sociedade. A interação que o trabalho físico proporciona também é favorável a produtividade”, finaliza Deândhela.

FONTE: https://www.terra.com.br/economia/dinheiro-em-dia/como-ser-produtivo-em-ambientes-de-realidade-virtual,c96809ed7688fd16bea5a880c902344b2xra3ncl.html