nov 16

Cingapura investe bilhões em painéis solares e baterias para utilizar energia solar da Austrália

Cingapura está investindo bilhões em painéis solares e baterias, sendo considerado o maior projeto de energia renovável já empreendido no planeta.

A divulgação ocorreu através do site australiano New Atlas, na última terça-feira (28), com informações sobre o valor do investimento da instalação

Toda a obra seria construída por US$ 22 bilhões (R$ 119,2 bilhões), sendo liderada pela empresa Sun Cable, com início agendado para 2027.

O grande objetivo do projeto é captar a energia gerada pela luz do sol na Austrália, e então a enviar para mais de 5 mil km até Cingapura, através de cabos submarinos de alta tensão.

Painéis solares e baterias através da maior da fazenda solar

Para que a energia seja captada, será necessário construir a maior fazenda solar e também a maior extensa instalação de armazenamento de baterias da história.

Além disso, ambos países deverão compatibilizar as suas necessidades e disponibilidades, uma vez que Cingapura conta com recursos financeiros, porém não tem espaço para realizar a transição para energia limpa.

Enquanto isso, a Austrália conta com uma grande extensão territorial e sol abundante, com um espaço disponível no território do norte do país em uma área de 12 mil hectares de terras áridas.

O local adquirido pela Sun Cable está a 800 km da capital, Darwin, e deverá ser o lugar para a criação do “Powell Creek Solar Precinct”.

A construção deverá gerar de 17 a 20 gigawatts de pico de geração de energia, e também armazenar entre 36 e 42 GWh por bateria.

Mapa mostra caminho que será feito pela energia elétrica solar até chegar em Cingapura Fonte: Sun Cable/Divulgação
Mapa do caminho feito pela energia elétrica solar até chegar em Cingapura

Projeto Australia-Asia PowerLink

O projeto, batizado de Australia-Asia PowerLink, deverá ter uma dimensão dez vezes maior que a maior instalação de energia solar existente hoje no mundo, o Bhadla Solar Park.

Já no setor de armazenamento, o novo projeto deverá superar em 30 vezes o maior sistema de armazenamento de baterias, com 1,2 GW de capacidade.

Com o novo projeto, a energia limpa deverá chegar ao nordeste de Cingapura através de 4,2 mil km de cabos submarinos, responsáveis por fazer um dog-leg (mudança de direção) para contornar algumas ilhas da Indonésia.

Segundo a Sun Cable, a energia despachada deverá suprir até 15% da demanda de eletricidade de Cingapura, o necessário para atender cerca de três milhões de residências.

A empresa também ressaltou que a substituição das fontes de energia de Cingapura pela energia solar australiana trará um corte de 11,5 milhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono (CO2).

FONTE: https://engenhariahoje.com/sustentabilidade/cingapura-investe-bilhoes-em-paineis-solares-e-baterias-para-utilizar-energia-solar-da-australia/?fbclid=IwAR19wjv3mLXwndSvqNwIr_zR84dY2SWBBn41PveGH3jtUF5dTqVvQty1Bss