maio 15

Cidade espanhola implanta plataforma inteligente e melhora diversos serviços de atendimento ao cidadão

Gestão pública economiza 35% de água, acelera atendimento digital e automatiza informações para casos de emergência

A cidade de Logroño, na Espanha, começou um projeto de integração de tecnologias para alcançar maior inteligência na gestão pública. Usando a Onesait Government Cities, solução da Minsait, uma empresa da Indra, a Câmara Municipal de Logroño consegue cruzar e analisar informações de diferentes serviços, dispositivos e sistemas. A partir dessa análise, é possível tomar decisões e fornecer respostas a acontecimentos detectados em tempo real, além de simular possíveis cenários para definir as melhores políticas públicas.

A plataforma atua como uma central de controle da cidade, integrando suas informações para ajudar os gestores a tomarem melhores decisões, descreve a Mindsait. Hoje, recursos hídricos, sistemas de informação geográfica e módulos horizontais, como a gestão de petições, atendimento em vias públicas e indicadores de transparência e qualidade fazem parte do sistema.

Um benefício significativo já constatado foi a redução de mais de 35% no consumo de água para irrigação, graças ao cruzamento de dados entre o setor de meio ambiente e os serviços de meteorologia.

Além disso, o atendimento ao cidadão se tornou mais ágil através de múltiplos canais (voz, e-mail e bate-papo na web) com serviços de geolocalização. O principal deles foi o “010 Serviço Cidadão”, onde foram atendidas quase 40 mil ligações, das quais mais de 17,2 mil foram encaminhadas automaticamente ao módulo de solicitações, reclamações ou sugestões de distribuição e resposta entre as diferentes unidades municipais.

A cidade também ganhou um novo sistema de comunicações digitais, que fornece informações e dados instantaneamente ao profissional de emergência sobre o local do incidente, o caminho a ser seguido, a localização dos agentes e veículos, existência de hidrantes, cortes ou condições, e atividades perigosas. À medida que os serviços forem integrados, serão adicionados dados sobre semáforos e canais de luz, gás ou água que poderiam ser afetados.

“Nosso desafio era encontrar uma solução tecnológica capaz de sustentar um novo modelo de cidade inteligente e inovadora que impulsionasse uma mudança na cultura de gestão. O controle de dados e o monitoramento dos diferentes serviços nos permite ser mais efetivo, tanto em termos econômicos quanto na qualidade dos serviços públicos. Sempre pensando em aumentar o bem-estar das pessoas de Logroño”, afirma Cuca Gamarra, prefeito de Logroño.

Outras ferramentas também foram desenvolvidas: integração e análise de medições de duas estações meteorológicas, monitoramento dos medidores de vazão da rede de abastecimento e consumo de água com visualização de dados cartográficos. O cruzamento dessas informações e implementação de tecnologias de Big Data permitem detectar e analisar o consumo excessivo de zonas da cidade.

A população de Logroño também terá à sua disposição o Portal do Cidadão, onde poderá consultar as informações relacionadas à projetos e aos dados da cidade em tempo real. Além disso, o Portal Municipal de Dados Abertos inclui informações de acesso gratuitas para todos os habitantes.

Para o prefeito de Logroño, a plataforma é um grande avanço na modernização dos sistemas de gestão municipal fornecendo os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos, evoluindo de um modelo clássico de gestão independente para uma baseada na gestão cidade como um todo, melhorando a qualidade dos serviços urbanos e colocando o cidadão no centro da gestão pública. Também destaca que “a possibilidade de maior interação e envolvimento dos vizinhos, juntamente com o reaproveitamento de dados, representa um pilar importante do novo paradigma em que estamos adotando as administrações públicas”.

FONTE: iPNEWS