nov 09

Chips da Huawei revelam nova era de inteligência artificial

O novo chip de inteligência artificial Ascend 310 conquista para a Huawei o prestigioso “Prêmio de Realização Científica e Tecnológica Líder Mundial” da Quinta Conferência Mundial de Internet

WUZHEN, China, 7 de novembro de 2018 /PRNewswire/ — Hoje, durante a Quinta Conferência Mundial de Internet (WIC), realizada hoje em Wuzhen, Zhejiang, com o tema “Criando um mundo digital para confiança mútua e governança coletiva – visando uma comunidade com futuro compartilhado no ciberespaço”, o chip Ascend 310 da Huawei se destacou entre mais de 400 realizações tecnológicas e recebeu o Prêmio de Realização Científica e Tecnológica Líder Mundial (World Leading Scientific and Technological Achievement Award) da conferência. Esta honra reconhece os sistemas-em-um-chip (SoC) de inteligência artificial como possuidores das mais fortes capacidades computacionais do setor para cenários de computação de borda, com apoio da arquitetura Da Vinci unificada e escalável. Este marca o terceiro ano consecutivo que a Huawei recebe esta premiação e tem a oportunidade de demonstrar sua inovação durante a conferência. Yan Lida, diretor do conselho da Huawei e presidente do Huawei Enterprise Business Group, apresentou a conquista para os convidados da conferência.

Yan Lida disse: “A nova série Ascend da Huawei de chips de IA é o componente principal da solução de IA da Huawei e fornece o principal suporte. A estratégia de IA da Huawei é investir na pesquisa básica e no desenvolvimento de talentos, construir um portfólio de IA completo e para todos os cenários e promover um ecossistema global e aberto. Todos os anos, a Huawei investe de 10 a 15 por cento da nossa receita de vendas em P&D e, este ano, nosso investimento em P&D excederá CNY 100 bilhões. O Ascend 310 é o primeiro chip da série Ascend, o qual revela uma nova era de IA. Nossa vantagem não é somente sermos capazes de fazer IA, mas também obtermos sinergia entre IA e nuvem, Internet das Coisas (IoT), vídeo, computação de borda, big data e outras tecnologias, para formar uma “plataforma” aberta que suporte a transformação digital para todos os setores. A IA será a mais recente tecnologia que a Huawei disponibilizará para os clientes e parceiras na plataforma. Trabalharemos arduamente para assegurar que a IA não seja mais uma tecnologia aberta somente para aqueles que têm habilidades altamente qualificadas. Durante os próximos três anos, nosso objetivo é trabalharmos com um milhão de desenvolvedores de IA para impulsionarmos inovações, em linha com o compromisso da Huawei de fornecer IA acessível, efetiva e confiável, levando inteligência para todas as empresas e setores, para construir um mundo totalmente conectado e inteligente”.

Em 10 de outubro de 2018, a Huawei lançou uma solução de IA completa (full-stack) e para todos os cenários. ‘Completa’ significa que a solução fornece capacidade de computação poderosa e econômica, bem como plataformas de desenvolvimento de aplicações de baixa barreira, as quais tornam modelagem de dados de IA, treinamento de modelagem e desenvolvimento de aplicações mais simples, mais ágeis e mais eficientes. Como uma solução para ‘todos os cenários’, ela é capaz de conduzir inteligência pervasiva através de vários cenários de dispositivo, borda e nuvem.

O Ascend 310 é o chip IA SoC mais poderoso da indústria para cenários de computação de borda. Atualmente, os cenários mais típicos de computação de borda são segurança e proteção, direção autônoma e fabricação inteligente. Entretanto, qualquer cenário de computação de borda impõe severas restrições de espaço, consumo de energia e capacidade de computação. Seja em um carro veloz ou em uma linha produção de alta velocidade, um estudo científico complexo ou uma atividade educacional diária, o Ascend 310 suporta qualquer setor com uma poderosa e econômica energia de computação. Um chip Ascend 310 pode alcançar cálculos no local de até 16 TOPS, suportando a identificação simultânea de 200 objetos diferentes, incluindo pessoas, carros, obstáculos e sinalização de trânsito, ele pode processar milhares de fotos em um segundo. Em outubro deste ano, a Huawei e a Audi demonstraram o chipset na direção automática L4. O veículo estava equipado com a unidade de computação montada no veículo, Mobile Data Center (MDC), da Huawei e o consumo estimado do chipset Ascend 310 da Huawei foi de apenas 200 watts de energia na direção automática L4.

A outra vantagem exclusiva da série Ascend é que ela adota a inovadora arquitetura Da Vinci unificada e extensível da Huawei, a qual alcança cobertura total – desde o cenário de consumo extremamente baixo de energia até o cenário de alta capacidade de computação – algo ainda não visto em nenhuma outra arquitetura no mercado. A arquitetura Da Vinci é capaz de facilitar a implementação da aplicação, migração e colaboração de IA em diferentes cenários ao mesmo tempo, o que melhora imensamente a eficiência do desenvolvimento de software e acelera a aplicação de IA em vários setores.

A Huawei apoia a ‘IA para o benefício de todos’ e tem como objetivo trabalhar com clientes, parceiras do setor e instituições acadêmicas para atingir resultados onde todos ganham e habilitar a IA onipresente. Nossa visão e missão é levar a tecnologia digital para todas as pessoas, lares e organizações para um mundo totalmente conectado e inteligente. Mais informações sobre as estratégias de IA e soluções completas e para todos os cenários da Huawei estão disponíveis no endereço https://www.huawei.com/en/press-events/news/2018/10/huawei-hc-2018-eric-xu-ai.

A Conferência Mundial de Internet (WIC) é um evento anual global realizado pela Administração do Ciberespaço da China e pelo Governo Popular da província de Zhejiang. Seu objetivo é criar um fórum internacional para conectar a China com o resto do mundo e um fórum chinês para o compartilhamento e governança global da Internet. A conferência promove intercâmbio para possibilitar consenso, cooperação e resultados onde todos ganham. A quinta edição da WIC está sendo realizada em Wuzhen, na província de Zhejiang em 7 de novembro de 2018 e terá duração de três dias.

FONTE: EXAME