jan 13

CES 2021: inteligência artificial é destaque em automóveis

São 141 centímetros, que cobrem o painel de ponta a ponta. Assim é a MBUX Hyperscreen, da Mercedes-Benz. Nela, o motorista encontra a central de instrumentos, o sistema de entretenimento e a tela de navegação. Para o passageiro, uma tela separada.

A marca apresentou a novidade oficialmente na CES 2021. O sistema usa uma CPU de oito núcleos e tem 24GB de RAM. Tudo é, ainda, conectado por inteligência artificial. Segundo a empresa, um dos diferenciais é a facilidade de uso: os controles não estão ‘escondidos’ em menus enormes, para evitar a distração. Além disso, a Hyperscreen aprende com o motorista e passa a oferecer as funções mais usadas por ele.

Um dos recursos do sistema criado pela marca é o Mercedes Travel Knowledge. Ele combina dados de mapas e informações sobre o entorno do veículo para oferecer dicas sobre pontos de interesse, como museus, restaurantes e outros.

É possível conversar com a interface. E a resposta vem tanto na tela quanto pela inteligência artificial, em voz. O primeiro modelo a receber a novidade será o S-Class 2021, mas ele não vem com a Hyperscreen. Já o sistema completo estará disponível no sedã elétrico Mercedes EQS, em 2022.

Inteligência artificial e realidade aumentada

Depois que os mapas chegaram aos smartphones e a navegação por eles se tornou corriqueira, é comum usá-los para qualquer situação. O problema é ter de prestar atenção em uma tela paralela enquanto está dirigindo.

Panasonic usa realidade aumentada para melhorar a experiência do motorista. Foto: divulgação.

Para garantir que o motorista vai manter os olhos na estrada o tempo todo, a Panasonic desenvolveu uma solução de realidade aumentada que projeta informações na linha de visão do motorista. A ideia é reduzir distrações e mantê-lo mais informado e engajado na tarefa de dirigir. O protótipo foi mostrado na CES 2021.

As imagens coloridas do AR HUD têm resolução 4K e, para garantir que estarão sempre em foco, o sistema usa tecnologia de rastreamento dos olhos. Já a inteligência artificial incorporada na ferramenta monitora toda a movimentação no entorno do automóvel, como objetos, pedestres, ciclistas e o próprio tráfego. A fabricante afirma que ele melhora a experiência de direção tanto de dia quanto à noite.

Segundo a Panasonic, o sistema vai ser particularmente útil no futuro, quando houver mais veículos autônomos. A ferramenta usa óptica avançada para criar um campo de visão expandido, em que a imagem se projeta a 10 metros ou mais.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2021/01/13/noticias/ces-2021-inteligencia-artificial-e-destaque-em-automoveis/