jan 16

CES 2018: Ford anuncia integração com Waze para navegação em seus veículos

Durante a CES 2018 a Ford revelou que em breve os seus veículos com suporte à central multimídia Sync 3 poderão receber o aplicativo de navegação Waze.

De acordo com a montadora “a integração do Waze com o Ford Sync AppLink vai permitir o acesso a todos os recursos do aplicativo de forma fácil e conveniente, com operação por comandos de voz ou toque.” Será possível controlar também pelo seu smartphone, mas desde que seja um dispositivo com iOS. Infelizmente o aplicativo AppLink não conta com suporte ao Android.

“Desde o anúncio da parceria do Waze com a Ford no Congresso Mundial de Mobilidade de 2017, temos trabalhado duro para otimizar a experiência do aplicativo para a comunidade de motoristas”, diz Jens Baron, líder de produto para B2B e aplicações de automóveis do Waze. “Estamos contentes em mostrar nossa parceria com a Ford através do AppLink SDL para iOS […] Com o SDL, as orientações são mostradas na tela do carro e o motorista terá sempre a versão mais atualizada do aplicativo, com todos os novos recursos e lançamentos de design, como se estivesse utilizando a aplicação por meio do telefone.”

Segundo a montadora, os modelos da Ford que já são equipados com o Sync 3 na versão 3.0 ou superior poderão atualizar o sistema com suporte ao Waze já nas próximas semanas, mas a assessoria de imprensa não confirmou a data definitiva. Para outras versões do Sync 3, “também será oferecida futuramente uma atualização para habilitar essa funcionalidade.”

Além do Waze, a Ford anunciou também que o aplicativo iHeartRadio poderá ser utilizado pelos seus clientes para ouvir estações de rádio ao vivo em todo o mundo. Ela ainda exibe durante a CES o app Ford+Alexa, que faz parte do enorme plano de expansão da Amazon em levar a sua assistente de voz para qualquer lugar. Como a gigante do varejo não conta com suporte à Alexa no Brasil, é difícil que possamos conversar com ela em carros comercializados por aqui.

A atualização também deve chegar aos carros nacionais da montadora dentro da primeira metade deste ano, mas ainda não sabemos uma data definitiva e nem mesmo se haverá atrasos.

FONTE: TUDOCELULAR.COM