jan 14

Carro voador e autônomo: veja os veículos que foram destaque na CES 2019

Conceitos exploram o futuro da mobilidade com modelos elétricos e modulares.

CES 2019 foi palco da apresentação de novos veículos e conceitos para o futuro da mobilidade urbana. O evento ocorreu em Las Vegas, Estados Unidos, de terça-feira (8) até a última sexta (11), e é mais conhecido pelos produtos eletrônicos, como TVs e celulares. Porém a edição deste ano deu espaço a ideias inovadoras para transportes. Um dos destaques foi o carro voador Bell Nexus, que promete transportar até cinco passageiros e alcançar 240 km em apenas uma hora.

Marcas conhecidas também marcaram presença na CES com conceitos de veículos modulares e completamente autônomos, como Hyundai e Mercedes. O carro apresentado pela Audi, por exemplo, não possuía sequer volante, apostando em uma viagem sem humanos na direção. A seguir, você confere esses e mais outros exemplos de veículos e conceitos que ganharam mais destaque na CES 2019.

Bell Nexus

Bell Nexus: carro voador deve funcionar com UberAIR — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Bell Nexus: carro voador deve funcionar com UberAIR — Foto: Luciana Maline/TechTudo

O Nexus é um veículo de decolagem vertical com propulsão híbrida — ou seja, usa motor a combustão e motores elétricos. Ele é capaz de cobrir até 240 quilômetros, transportando cinco ocupantes e 272 quilos de carga. A ideia da Bell, conhecida fabricante de helicópteros, é colocar o Nexus em operação na próxima década, tirando proveito de serviços como o UberAIR: o usuário poderá chamar o serviço do táxi voador pelo celular e embarcar em direção ao seu destino. O Nexus poderá ser conduzido automaticamente, como se fosse um drone, ou então por um piloto.

AEV Robotics MVS

MVS é imaginado como uma plataforma que permite a troca da carroceria conforme a aplicação — Foto: Divulgação/AES Robotics

MVS é imaginado como uma plataforma que permite a troca da carroceria conforme a aplicação — Foto: Divulgação/AES Robotics

MVS é um veículo modular da startup australiana AES Robotics. O conceito do transporte é oferecer uma base comum que pode ser customizada para atender a diferentes necessidades no ambiente urbano. Dessa forma, a empresa oferece um “esqueleto” do veículo que, a partir de um módulo específico embutido à estrutura, pode ser transformado em um carro particular, ambulância ou transporte de carga, por exemplo.

Sua proposta é ser um veículo completamente autônomo, que pode ser conduzido por meio de inteligência artificial. O carro tem ainda a capacidade de girar as quatro rodas, permitindo que ele ande de lado. Não há previsão de quando o veículo chegará ao mercado.

Audi Aicon

Audi Aicon pode chegar ao mercado já em 2021 — Foto: Divulgação/Audi

Audi Aicon pode chegar ao mercado já em 2021 — Foto: Divulgação/Audi

O Aicon é um veículo elétrico completamente autônomo da Audi, com previsão de lançamento comercial em 2021. O carro possui um design futurista, com teto envidraçado e interior repleto de telas sensíveis ao toque. O veículo não possui volante, seguindo a premissa de se deslocar sem qualquer necessidade de interação com humanos. O Aicon tem autonomia estimada entre 700 e 800 quilômetros com uma única carga — margem que o colocaria em vantagema muitos carros a combustão hoje em dia.

Hyundai Mobis Concept

Conceito da Hyundai se comunica com os pedestres por luz e imagens exibidas na lataria — Foto: Divulgação/Hyundai

Conceito da Hyundai se comunica com os pedestres por luz e imagens exibidas na lataria — Foto: Divulgação/Hyundai

O conceito da Hyundai tem design mais ousado do que o de outras montadoras conhecidas presentes na CES 2019. Além do design mais arrojado, o veículo tem propulsão elétrica e pode funcionar de forma autonôma. Mas a grande novidade do Mobis está na capacidade de se comunicar com os pedestres via luz: o exterior do automóvel se iluminaria com cores específicas (como verde ou vermelho) para alertar as pessoas sobre riscos do carro.

O exterior do veículo seria como uma espécie de grande tela capaz de exibir, além das cores, sinais como uma faixa de pedestres para indicar que é seguro passar na frente do veículo, ou um sinal de “pare” para ajudar a prevenir acidentes.

Mercedes Urbanetic

O Urbanetic tem um conceito modular parecido com o MVS da AES Robotics: o veículo é uma plataforma elétrica em que é possível trocar a carroceria de acordo com a necessidade. A Mercedes demonstrou o conceito na CES 2019 usando a configuração para 12 passageiros, mas o Urbanetic poderia ser convertido num veículo de transporte de carga, por exemplo.

Um cenário de uso do Urbanetic seria numa frota de veículos autônomos que funcionaria como táxis em horas de alta demanda. Já quando a procura fosse baixa, a frota poderia ser convertida na versão de carga para transporte de produtos.

Novus

Novus fica entre a bicicleta e a motocicleta elétrica — Foto: Divulgação/Novus

Novus fica entre a bicicleta e a motocicleta elétrica — Foto: Divulgação/Novus

A Novus é uma motocicleta alemã elétrica com capacidade para cobrir até 100 quilômetros numa única carga da bateria. De acordo como a fabricante, o veículo tem um motor elétrico de 14 kW (quilowatts) montado na roda traseira e que é capaz de acelerar a Novus até 100 km/h.

O controle da Novus ocorre a partir de um celular montado no guidão da motocicleta. Um aplicativo do transporte é instalado no dispositivo para oferecer funcionalidades como painel e velocímetro direto na tela do celular. Ainda em fase de protótipo, a Novus é feita à mão em fibra de carbono e tem preço de US$ 35 mil (R$ 128 mil, em conversão direta).

Harley-Davidson LiveWire

Harley-Davidson LiveWire é a primeira moto elétrica da marca — Foto: Divulgação/Harley Davidson

Harley-Davidson LiveWire é a primeira moto elétrica da marca — Foto: Divulgação/Harley Davidson

A LiveWire é o primeiro modelo elétrico da Harley-Davidson e conta com bateria para cobrir distância de 180 quilômetros com uma única carga e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos. A nova Harley pode funcionar em conjunto com um app para celular que permite monitorar uma série de dados técnicos do veículo em tempo real, acompanhar as revisões, ter acesso a localização via GPS e mais. A LiveWire deverá ser lançada no mercado europeu e norte-americano ao longo de 2019.

FONTE: TECHTUDO