jul 10

Biombo-luminária é feito de folha bioplástica capaz de filtrar o ar

Completamente sustentável, o produto tem como matéria-prima básica o ágar e o glicerol

A tendência minimalista colocou em cheque a praticidade e a funcionalidade não só dos espaços, como de cada objeto escolhido para compor a decoração. A nova criação da arquiteta e designer Anya Muangkote, apresentada na Semana de Design de Milão, segue essa linha de pensamento ao integrar biombo e luminária em um só produto – completamente sustentável!

O BioScreen é feito de uma folha bioplástica composta por basicamente dois ingredientes: o ágar, obtido de algas vermelhas, e o glicerol, de fontes vegetais, ambos globalmente abundantes, biodegradáveis e renováveis. Quando combinada a substâncias naturais, como sal e carvão ativado, essa folha bioplástica teria a capacidade de filtrar o ar, melhorando a saúde e o bem-estar do usuário.

“Os produtos domésticos disponíveis no mercado são feitos principalmente de materiais que não se adequam aos princípios de uma economia circular. Portanto, meu objetivo é criar uma coleção de produtos e serviços que gerem impactos positivos para os consumidores e para o meio ambiente”, explica a artista.

Para desenvolver o bioplástico do qual é feito o BioScreen, Anya fez diversos testes, experimentando diferentes proporções e adicionando substâncias aditivas naturais para criar cores e texturas. “Esse é apenas um exemplo de como esse material pode ser aplicado a um produto. Atualmente, estou trabalhando com estudantes para implementá-lo na indústria têxtil e na moda”, conta. “Acredito que seja importante encorajar outros designers a pelo menos experimentá-lo em seus protótipos para um passo significativo em direção ao futuro simbiótico”.

FONTE: CASA E JARDIM