Avanço tecnológico faz saltar as ações de produtores de chips chineses

Apareceu uma informação não confirmada sobre o líder chinês na esfera da litografia eletrônica, Shanghai Micro Electronics Equipment Group, ter conseguido avanços no desenvolvimento de equipamentos de produção de chips de 28 nm e até de conseguir produzir as primeiras séries até o fim de 2023.

Apesar de ainda não passar de rumores, isso fez decolar as ações dos produtores de semicondutores chineses, com aumento de até 15% na manhã de quarta-feira (2).

A notícia aparece em meio às restrições ocidentais contra a poderosa indústria de chips chineses, cujo calcanhar de Aquiles são os equipamentos de produção de chips.

A fabricação desses meios de produção atualmente é dominada pelas empresas holandesa ASML e japonesa Tokyo Electron, que obedeceram às medidas dos EUA para conter a concorrência chinesa na área de semicondutores.

Siga a @sputnikbrasil no Telegram e tenha acesso a temas não abordados pela grande mídia brasileira

https://t.me/SputnikBrasil/30763

FONTE: https://www.facebook.com/photo?fbid=10159635882958837&set=a.10151306301983837