abr 05

As 4 startups em que os brasileiros sonham em trabalhar em 2019.

Conheça também as 21 empresas tradicionais mais desejadas e o que mudou em comparação ao ranking do ano passado.

Quatro startups estão no ranking de empresas em que os brasileiros desejam trabalhar em 2019, realizado pelo LinkedIn. A MovileResultados DigitaisStone Pagamentos e Nubank figuram entre as 25 empresas escolhidas. Esse é um avanço positivo para o ecossistema, pois nenhuma startup havia sido escolhida no ranking LinkedIn Top Companies 2018.

 A Movile, empresa-mãe do iFood, Sympla e PlayKids, é a terceira colocada no ranking, atrás apenas dos bancos Itaú e Santander. Já a Resultados Digitais aparece em 11º colocada, seguida pela Stone Pagamentos em 19º e o Nubank em penúltimo (24º).

O LinkedIn realiza o ranking avaliando o interesse dos usuários da rede social nas empresas, interação com funcionários, demanda por vaga e retenção dos trabalhadores. A demanda por vaga conta as que são pagas por anúncio ou não. São avaliadas apenas as empresas com o mínimo de 500 funcionários – o que pode dificultar a inserção de startups – no dia 1º de fevereiro e que tenham um crescimento inalterado ou positivo ao longo de um ano.

Preferência por serviços financeiros

Metade das startups que aparecem no ranking são fintechs, startups que oferecem soluções para o mercado financeiro (Stone Pagamentos e Nubank). O mercado financeiro em geral parece ser um ponto de interesse para os brasileiros porque 32% das empresas do ranking são desse setor. Além da fintechs e do Itaú e Santander, os bancos Safra, Bradesco, BTG Pactual e a XP Investimentos também aparecem na lista.

Empresas de tecnologia também chamam atenção

A tecnologia não está presente no ranking apenas através das startups. A IBM é a 8ª colocada, seguida de perto pela Oracle e TOTVS (9º e 16º lugar, respectivamente).

Tchau, empresas de saúde e cosméticos

A Unimed e o Hospital Sírio-Libanês são empresas que apareceram no ranking do ano passado (em 3º e 10º lugar, respectivamente), mas não voltaram em 2019. O mesmo aconteceu também no setor de beleza e vestuário, em que as Lojas Renner figuraram o 4º lugar, Natura em 14º e L’Óreal em 22º. Desse mercado, apenas a Johnson & Johnson foi ranqueada novamente, tendo subido da 19º para a 17º posição.

Confira o ranking completo de 2019:

  1. Itaú Unibanco
  2. Banco Santander
  3. Movile
  4. Grupo XP
  5. Safra
  6. Bayer
  7. Raízen
  8. IBM
  9. Oracle
  10. BTG Pactual
  11. Resultados Digitais
  12. Bradesco
  13. Vivo
  14. GPA
  15. Suzano
  16. TOTVS
  17. Johnson & Johnson
  18. Grupo HEINEKEN
  19. Stone Pagamentos
  20. GOL Linhas Aéreas Inteligentes
  21. brMalls
  22. Syngenta
  23. Nestlé
  24. Nubank
  25. Cervejaria AmBev

FONTE: startse.com