jun 22

Apple revela MacOS Big Sur com novo design durante a WWDC

Sistema operacional ‘pega emprestada’ a identidade visual do iOS e do iPadOS, mostrando cada vez mais integração

A Apple anunciou nesta segunda-feira (22) uma nova atualização para o sistema operacional de seus desktops e notebooks. Chamada de MacOS Big Sur, a versão parece aproximar ainda mais os diferentes softwares da companhia, dando uma cara mais próxima do iOS e do iPadOS aos Macs.

Um sinal da aproximação dos sistemas operacionais de desktops e os dispositivos móveis da empresa é o novo centro de controle no canto superior direito da tela, com configurações rápidas exatamente como o iPad. Com ele é possível ativar ou desligar o Wi-Fi, ajustar brilho e outras, mexer no Bluetooth e no AirDrop e AirPlay ou aumentar ou reduzir o volume.

Como o iOS e o iPadOS, o MacOS Big Sur também aposta nos widgets, que se tornaram recorrentes durante o WWDC 2020.

A empresa reprojetou o navegador Safari; segundo a Apple, é a maior atualização desde o seu lançamento há vários anos, apostando em melhoria de desempenho e privacidade. De acordo com os dados da empresa, o Safari consegue superar em 50% a velocidade do Chrome, consumindo menos energia, o que é importante para notebooks que dependem da bateria.

Na questão da privacidade, o navegador terá um “Relatório de Privacidade”, que proporcionará mais informações sobre como os sites coletam e usam os dados de seus usuários, criando um painel mais claro. O Safari também permitirá acompanhar potenciais vazamentos de bancos de senhas, dando ao usuário mais capacidade de se proteger contra ataques alterando suas palavras-chave antes de se tornar um alvo.

O navegador também trouxe uma mudança importante em relação às permissões de extensões, utilizando um formato já conhecido nos celulares. Se uma extensão pedir acesso para ler o conteúdo de um site, será possível dar a ela uma permissão temporária de um dia, o que limita o potencial de abuso de privilégios.

A Apple também anunciou uma atualização para vários outros aplicativos do sistema operacional, entre eles o Mail, o Fotos, o Notas e o iWork. O Apple Maps para MacOS foi adaptado com os novos recursos vistos no iOS e no iPadOS, o Mensagens agora é um aplicativo Catalyst, o que significa que ele é basicamente o mesmo tanto nos computadores quanto nos tablets, com suporte a resposta in-line, permitindo selecionar alguma mensagem para respondê-la de forma mais específica (como vemos no WhatsApp, por exemplo).

Apesar do anúncio, talvez a notícia mais relevante do dia relacionada aos Macs tenha sido a confirmação de que a Apple abandonará os processadores Intel para migrar para processadores próprios, com arquitetura ARM, a mesma usada nos chipsets de iPhones e iPads, que permitirão uma integração ainda maior entre os sistemas. Você pode conferir mais detalhes neste link.

FONTE: https://olhardigital.com.br/noticia/apple-revela-macos-big-sur-com-novo-design-durante-a-wwdc/102467