dez 14

Amazon pensa em expandir logística de delivery de alimentos

A Amazon pretende começar a competir mais diretamente com empresas de delivery de comida, como a Instacart.  Segundo com a plataforma ‘The Information’, a empresa passou grande parte do ano passado testando um produto conhecido internamente como Amazon Fresh Marketplace.

O serviço permite que os assinantes do UK Prime encomendem comida de duas grandes marcas de supermercados, com entrega feita ainda no mesmo dia pelos motoristas Flex da empresa. No próximo ano, em 2022, a Amazon planeja levar o serviço para os Estados Unidos e a maior parte da Europa.

Além disso, a Amazon não quis comentar sobre os detalhes de seus planos, só que compartilhou uma declaração com a mídia: “Nosso foco é fornecer aos clientes da Amazon a melhor experiência possível quando se trata de entrega de alimentos, seja na Amazon Fresh, Whole Foods Market ou uma de nossas lojas locais como Bartell’s em Seattle, Morrison’s em Londres ou Monoprix em Paris”, disse um porta-voz da empresa.

Além disso, o porta-voz também disse que “as parcerias com outras mercearias permitem que mais clientes façam compras online e nos permitem fornecer aos membros do Amazon Prime mais opções, valor e conveniência, enquanto nossos parceiros se beneficiam de maior visibilidade para sua seleção e serviço.”

Caso o serviço realmente começar a existir nos Estados Unidos, não será a primeira vez que a Amazon investe no mercado de entrega de alimentos. Desde 2020, a empresa oferece um serviço de entrega da Whole Foods por meio de seu programa Flex.

Com isso, a empresa também tem experimentado como é estar presente de forma mais ampla a entrega de alimentos. Tanto que o melhor exemplo foi em 2015, quando foi lançado o Amazon Restaurants, que permitiu que os membros Prime pedissem comida em seus locais favoritos.

FONTE: https://olhardigital.com.br/2021/12/14/pro/amazon-pensa-em-expandir-logistica-de-delivery-de-alimentos/