nov 13

Alibaba cria tela inteligente para auxiliar pessoas com deficiência visual

Chamada de “Smart Touch”, a tela possui botões que facilitam a utilização do smartphone inclusive em compras online; novidade será lançada em 2019

A inclusão digital de pessoas com deficiência visual é majoritariamente realizada a partir de dispositivos com leitura de voz. Alguns smartphones são capazes de ler em voz alta o que está escrito na tela, o que facilita que pessoas com deficiência visual utilizem os dispositivos. No entanto, a ferramenta ainda traz muitas dificuldades – o que o Alibaba deseja auxiliar criando uma tela inteligente.

Chamado de Smart Touch, a tela de plástico – que custa apenas US$ 1 – é posicionada sobre o telefone e possui três botões assistivos, um de cada lado da tela. Automaticamente, quando a tela está posicionada sobre o aplicativo do AliPay ou Taobao, os botões se tornam clicáveis, trazendo os caminhos mais frequentes a serem realizados pelos usuários – como o botão de início ou de voltar.

O objetivo da varejista chinesa é facilitar que pessoas com deficiência visual façam compras. Por enquanto, a ferramenta ainda está em fase de testes, disponível apenas nos dois aplicativos citados. A tela inteligente está sendo construída pela Damo Academy, iniciativa de pesquisa e desenvolvimento de US$ 15 bilhões do Alibaba.

“Nós achamos que as interações entre homem-máquina não devem ser apenas para pessoas com visão” disse Chen Zhao, diretor de pesquisa na Damo Academy, ao TechCrunch. “Além da voz, o toque é também muito importante para os deficientes visuais, então nós decidimos desenvolver uma ferramenta com toque”.

A tela inteligente funciona também para auxiliar que os usuários escutem áudios sem fontes ou autofalantes, apenas posicionando-os no ouvido. Segundo a varejista, foi percebido uma redução de 50% no tempo para completar tarefas como atender ligações ou fazer compras online.

A expectativa é que o produto seja lançado no início de 2019, após alguns testes com o público-alvo. No momento, a Damo está recrutando voluntários para testar a solução. “Diferente dos aplicativos regulares, é difícil fazer o teste beta do Smart Touch porque a população cega é relativamente pequena”, disse Zhao.

Para o pesquisador, a tecnologia já está pronta – “leva tempo apenas para testá-la em diferentes smartphones e trazer para os usuários em escala”, afirmou.

FONTE: StartSe