nov 22

5 tendências tecnológicas que podem mudar conceitos de engenharia e design

Gêmeos digitais, inteligência artificial, design generativo, robótica e impressão 3D podem mudar completamente a engenharia e o design no futuro

A maneira como os produtos estão sendo desenvolvidos está mudando graças às novas tecnologias. Essas inovações não apenas dão suporte aos funcionários em seus trabalhos, mas também podem descobrir formas mais eficazes de resolver problemas.

Engenheiros e designers verão mudanças nas suas funções e serão desafiados a adquirir novas habilidades e encontrar maneiras de trabalhar junto com as máquinas. Do ponto de vista competitivio, esses profissionais não podem ignoras essas mudanças. Veja abaixo 5 tendências que podem mudar a engenharia e o design.

Gêmeos digitais
O conceito não é novo, mas a tecnologia se fortaleceu com a chegada da Internet das Coisas. Os “gêmeos digitais” criam uma cópia virtual exata de algo no mundo físico usando dados e algoritmos. O potencial transformador da ferramenta é tão incrível que foi listado como uma das 10 principais tendências estratégicas de tecnologia da Gartnet para 2017 e 2018.

A tecnologia já é utilizada nas corridas de Fórmula 1 para avaliar o desempenho e a confiabilidade de novas peças. Além disso, os gêmeos digitais fornecem às equipes de engenharia e design informações em tempo real sobre o desempenho de qualquer coisa que estejam criando sob uma variedade de circunstâncias.

impressão 3D está transformando a maneira como as coisas são projetadas e construídas. As peças impressas são usadas em aviões e até para auxiliar resoluções médicas, sendo incorporadas em diversas áreas da vida cotidiana. Essa tecnologia está revolucionando a engenharia, principalmente ao permitir que os protótipos sejam feitos de maneira mais rápida e econômica.

Inteligência artificial
A IA continua a ser uma das tecnologias emergentes de mais rápido crescimento. Os engenheiros precisarão aprender a colaborar com a inteligência artificial para produzir produtos melhores e evoluir junto com a tecnologia. Essa ferramenta pode mudar a forma com que se trabalha com robótica, processamento de linguagem natural, automação e muito mais.

Design Generativo
A ferramenta utiliza softwares de inteligência artificial e o poder computacional da nuvem para criar soluções de design que não seriam possíveis apenas com a mente humana. Para iniciar o processo, o design fornece parâmetros e algoritmos para o programa e, em seguida, o software explora todas as combinações possíveis, gerando milhares de opções de design.

Depois, cabe ao designer pegar todas essas possibilidades e explorar a viabilidade delas. O design generativo já foi usado para projetar coisas mais cotidianas, como cadeiras, mas também mais sofisticadas, como quando a Airbus utilizou para redesenhar o interior do avião A320, reduzindo em 45% do peso da peça.

FONTE: OLHAR DIGITAL