jun 03

As previsões para o futuro da impressão 3D

A impressão 3D já está presente há algum tempo no mercado, sendo uma tecnologia usada para inúmeras possibilidades. A máquina é capaz de converter arquivos digitais em objetos tridimensionais com base em camadas de materiais impressos. Essa impressão pode acontecer não só criando pequenos objetos, como também grandes estruturas, como casas de três andares, por exemplo.

 Peter H. Diamandis, fundador da X Prize, engenheiro e físico, divagou em seu último artigo sobre as conquistas da impressão 3D até então, fazendo previsões para o seu futuro.

Entre as evoluções da tecnologia, está a quantidade de matéria-prima que pode ser usada para as impressões. Hoje, mais de 250 materiais podem originar uma bela escultura em 3D, desde plásticos, metais, cerâmicas, vidro, borracha, couro e, até mesmo, células-tronco e chocolate.

A impressão 3D também tem ficado a cada vez mais veloz. Com a ajuda de métodos inovadores de estereolitografia, é possível produzir até mesmo formas mais complexas com 100 vezes a mais de velocidade em comparação com as impressoras tradicionais. Além disso, 90% dos materiais podem ser reaproveitados, reduzindo a quantidade de resíduos descartados.

Agora que você já sabe quais são as possibilidades existentes hoje, confira cinco previsões para os próximos anos:

Futuro da impressão 3D

Velocidade – A tecnologia de impressão 3D ainda tem muito a crescer, segundo Diamandis, afirmando que a velocidade das impressões deve aumentar entre 50 a 100 vezes. Atualmente, algumas limitações vem impedindo isso, como a força que o cabeçote de impressão pode implicar, a velocidade de aquecimento do material e a rapidez na movimentação.

Mas isso deve mudar em breve. O laboratório MIT de manofatura e produtividade criou uma impressora 10 vezes mais rápida do que os modelos tradicionais e três vezes mais veloz do que um sistema de escala mundial que, hoje, custa cerca de US$ 100 mil. Os engenheiros conseguiram fazer a impressão de uma engrenagem cônica helicoidal em apenas 10 minutos, além de uma armação de óculos em apenas 3,6 minutos.

Inteligência artificial – As impressoras 3D devem começar a trabalhar com comandos de voz, precisando apenas dizer o que você quer para que a máquina produza da forma mais detalhada possível. Assim, o processo de fabricação se torna mais prático.

FONTE: CANAL TECH