nov 21

5 empregos no metaverso que prometem ser muito lucrativos

De corretor de imóveis a metfluencer, as novas carreiras contam com a vantagem de não exigir experiência anterior.

Tecnologias como a realidade virtual e o metaverso trazem oportunidades de novas carreiras para quem deseja apostar nas tendências do futuro — Foto: Getty Images

A chegada de novas tecnologias tem promovido mudanças substanciais no mercado de trabalho, incluindo o surgimentos de profissões que não existiam anteriormente. Tecnologias como a realidade virtual e o metaverso, por exemplo, trazem oportunidades de novas carreiras para quem deseja apostar nas tendências do futuro.

Em artigo publicado no site Entrepreneur, Ashot Gabrelianov, colaborador da Entrepreneur Leadership Network (Rede de Liderança Empreendedora, em português) e fundador do ShapeYard, destaca 5 empregos que qualquer pessoa pode ingressar neste novo mundo virtual e que são potencialmente lucrativas.

1. Corretor de imóveis

As vendas de propriedades no metaverso ultrapassaram US$ 500 milhões (aproximadamente R$ 2,7 bilhões) em 2021. Diante desse cenário, não é surpresa que se tornar um corretor de imóveis no metaverso seja uma das melhores maneiras de ganhar dinheiro no mundo virtual.

De acordo com Gabrelianov, como agente imobiliário, o profissional será responsável por encontrar boas propriedades e apresentá-las a potenciais investidores/compradores, além de poder lançar e vender as propriedades.

2. Conector entre criadores e investidores

Para lançar um jogo no Roblox, os criadores precisam de ajuda com financiamento para o projeto. O trabalho do conector é justamente buscar os melhores projetos no fórum da plataforma e colocar seus criadores em contato com investidores.

“Esses investidores podem ser encontrados em sites como Kickstarter e Indiegogo ou fazendo networking com pessoas da comunidade do metaverso que têm dinheiro extra para gastar. Depois de fechar o negócio, o profissional recebe uma comissão por fazer a conexão”, indica o especialista.

3. Modelador 3D

Conforme o metaverso expande, cresce a demanda por modeladores de ativos 3D. “Com as ferramentas certas e um pouco de prática, qualquer um pode se tornar um modelador 3D e começar a ganhar dinheiro vendendo suas criações”, afirma Gabrelianov.

Segundo o especialista, para quem nunca trabalhou nessa área, uma ótima maneira de começar é praticar no aplicativo Shapeyard. Depois de dominar os fundamentos da modelagem 3D, as criações podem ser vendidas em mercados como ArtStation, Turbosquid e Sketchfab.

4. Negociador de ativos de jogos 3D

O mercado de negociação de ativos de jogos 3D ainda está crescendo exponencialmente, e para Gabrelianov, é preciso ser um visionário se quiser ganhar dinheiro nessa área. “Você precisa ser capaz de identificar quais ativos 3D aumentarão de valor ao longo do tempo e comprá-los a um preço baixo para vendê-los com lucro posteriormente”, indica.

Para começar, a recomendação do especialista é encontrar um metaespaço concreto e passar um tempo por lá para entender e se integrar à comunidade, a fim de encontrar objetos verdadeiramente valiosos. Quando estiver pronto para comprar e vender modelos 3D, o profissional pode usar os mercados do sistema, como o Roblox Items, ou as plataformas de negociação, como DMarket ou Traderie.

5. Metfluencer

Os influenciadores digitais já são considerados profissionais do mundo real há algum tempo. No metaverso não será diferente. Para entrar na área, a recomendação é identificar um metaespaço que não esteja superlotado, explorá-lo e começar a escrever scripts para criar seus próprios vídeos.

“À medida que o público desse metaverso cresce, você se torna um dos primeiros influenciadores desse espaço. No entanto, você precisará ser paciente e gravar vídeos consistentes até que se tornem virais. Depois de fazer isso, você poderá ganhar dezenas de milhares de dólares”, completa Gabrelianov.

FONTE: https://epocanegocios.globo.com/futuro-do-trabalho/noticia/2022/11/5-empregos-no-metaverso-que-prometem-ser-muito-lucrativos.ghtml